Utilizar um leitor de ecrã para criar uma consulta nas bases de dados de ambiente de trabalho do Access

Utilizar um leitor de ecrã para criar uma consulta nas bases de dados de ambiente de trabalho do Access

Nota: Queremos fornecer-lhe os conteúdos de ajuda mais recentes o mais rapidamente possível e no seu idioma. Esta página foi traduzida automaticamente e pode conter erros gramaticais ou imprecisões. O nosso objetivo é que estes conteúdos lhe sejam úteis. Pode informar-nos se as informações foram úteis no final desta página? Eis o artigo em inglês para referência.

Símbolo de leitura em voz alta com a etiqueta Conteúdo para leitores de ecrã. Este tópico é sobre a utilização de um leitor de ecrã com o Office

Este artigo destina-se a pessoas com dificuldades visuais que utilizam um programa de leitor de ecrã com os produtos do Office e faz parte do conjunto de conteúdos de Acessibilidade do Office. Para obter mais ajuda geral, consulte a Home page do Suporte do Office.

Utilize o Access com o seu teclado e um leitor de ecrã para criar uma consulta. Testámos o mesmo com o narrador, o JAWS e o NVDA, mas pode trabalhar com outros leitores de ecrã, desde que estes sigam as técnicas e padrões de acessibilidade comuns.

Uma consulta facilita a visualização, adição, eliminação ou alteração de dados na sua base de dados de ambiente de trabalho do Access. As consultas também são úteis quando pretende encontrar rapidamente dados específicos, calcular ou resumir dados ou automatizar tarefas de gestão de dados, tais como analisar os dados mais atuais de forma recorrente.

Notas: 

  • As novas funcionalidades do Office 365 são lançadas gradualmente para os subscritores do Office 365, pelo que é possível que a sua aplicação ainda não tenha estas funcionalidades. Para saber como pode obter as novas funcionalidades mais rapidamente, participe no programa Office Insider.

  • Para saber mais sobre os leitores de ecrã, aceda a How screen readers work with Microsoft Office (Como funcionam os leitores de ecrã com o Microsoft Office).

Neste tópico

Tipos de consulta

Numa base de dados bem concebida, os dados que pretende apresentar através de um formulário ou relatório estão normalmente localizados em várias tabelas. Uma consulta obtém as informações de várias tabelas e reúne-as para visualização num formulário ou relatório. Existem dois tipos principais de consultas, uma consulta selecionar e uma consulta de ação. O tipo de consulta que cria depende da tarefa que pretende executar.

Selecionar consultas

Uma consulta selecionar é um pedido de resultados de dados. Uma consulta Selecionar ajuda-o a obter apenas os dados de que necessita numa vista de folha de dados. Utilize uma consulta Selecionar para efetuar o seguinte:

  • Rever dados apenas de determinados campos numa tabela.

  • Rever dados de várias tabelas relacionadas simultaneamente.

  • Rever dados com base em determinados critérios.

  • Fazer cálculos.

  • Combinar dados de diferentes tabelas

Por exemplo, se uma tabela de produto tiver múltiplos campos (colunas), pode criar uma consulta Selecionar para obter uma vista desorganizada que foca apenas os campos (colunas) de que necessita. Também pode adicionar critérios para filtrar o número de linhas devolvidas, de modo a que, por exemplo, sejam devolvidas apenas linhas com produtos com um custo superior a 10.00 €.

Consultas de ação

Uma consulta de ação é um pedido de ação nos dados. Utilize uma consulta de ação para adicionar, alterar ou eliminar dados da sua base de dados. Cada tarefa, como adicionar ou eliminar dados, tem um tipo específico de consulta de ação.

Criar uma consulta selecionar

Para efetuar uma consulta simples, utilize o assistente de consultas. Para adicionar critérios à consulta, utilize o estruturador de consulta.

Utilizar o Assistente de Consultas

  1. Prima Alt + C, Q, Z. A nova janela de consulta é aberta, com o assistente de consultas simples selecionado.

    Sugestões: 

    • Se ainda não guardou a tabela para a qual pretende criar uma consulta, ser-lhe-á pedido para o fazer antes de ser aberto o Assistente de Consultas.

    • Também pode utilizar o assistente de consultas para criar outros tipos de consulta: consulta cruzada, procurar duplicadas para localizar registos com valores de campo duplicados numa única tabela e localizar uma consulta não correspondente para localizar registos (linhas) numa tabela que não possuam registos relacionados no outra tabela.

  2. Prima Enter. É aberta a janela Consulta Simples, com o foco na caixa de listagem Campos disponíveis.

  3. Para mover para a caixa de combinação de edição Tabelas/Consultas, prima Alt+T ou Shift+Tecla de Tabulação.

  4. Para abrir uma lista pendente, prima Alt + seta para baixo. Na lista pendente, para selecionar a tabela na qual pretende executar a consulta, utilize as teclas de seta para cima e para baixo.

  5. Para mover para a caixa de listagem Campos disponíveis, prima a Tecla de Tabulação. Para selecionar o campo no qual pretende executar a consulta, utilize a tecla seta para baixo.

  6. Para adicionar o campo à consulta, prima Alt+S. O foco é movido para a caixa de listagem Campos selecionados.

  7. Prima a tecla de tabulação até ouvir "mais de, botão" e, em seguida, prima ENTER.

    Se pretender adicionar todos os campos, prima ALT + S e, em seguida, prima a tecla de tabulação até ouvir: "mais de, botão". Prima a Tecla de Tabulação uma vez. Ouvirá: "botão". Com o JAWS, ouvirá: "clique duas vezes no botão de seta para a direita". Prima Enter para selecionar.

    Para adicionar mais tabelas à consulta, prima Alt+T. O foco é movido para o campo de edição Tabelas/Consultas. Repita os passos 4 a 7, conforme necessário.

  8. Quando terminar de introduzir todas as suas tabelas e campos, para avançar para a página seguinte do assistente, prima Alt+N.

    Sugestão: Consoante as informações que introduziu, as páginas seguintes do assistente podem variar. Por exemplo, poderá ser-lhe pedido para selecionar uma versão de detalhe ou resumo da consulta. Faça a sua seleção e, para avançar para a página seguinte do assistente, prima Alt+N.

  9. Na página novo assistente, irá ouvir: "que título pretende para a sua consulta?" Prima Shift + tecla de tabulação. O foco move-se para o campo de edição do título . Escreva um nome para a consulta.

  10. Verifique, modifique e guarde a consulta.

    • Para guardar a consulta e abri-la para ver as informações, prima Alt + O e, em seguida, prima ENTER. Para fechar a consulta, prima F6.

    • Para guardar a consulta e sair do assistente sem apresentar os resultados da consulta, prima ALT + F, S. Quando o assistente é fechado, a consulta é apresentada num separador novo, com o foco na primeira célula.

    • Para modificar a estrutura da consulta, prima Alt + M e, em seguida, prima ENTER. A consulta é aberta na vista estrutura .

Utilizar o Estruturador de Consulta

  1. Prima Alt + C, Q, D. A caixa de diálogo Mostrar tabela é aberta com o separador tabelas selecionado e ouve "Mostrar caixa de diálogo tabela".

  2. Na caixa de diálogo Mostrar tabela , para selecionar uma tabela e adicioná-la à consulta, utilize a tecla seta para baixo e, em seguida, prima Alt + a quando ouvir o nome da tabela que pretende. A tabela é colada na área de trabalho, acima da grelha de estrutura.

  3. Para fechar a caixa de diálogo Mostrar tabela , prima Alt + C.

  4. O foco está na grelha de estrutura, na caixa de edição Linha do campo. Ouvirá: "Access, linha 1, coluna 1". Com o JAWS, irá ouvir: "estrutura, numeração automática, tipo e texto". Para adicionar um campo à grelha de estrutura, prima Alt + seta para baixo. É aberta uma lista pendente dos campos disponíveis.

  5. Para ir para a lista pendente com o JAWS, prima CTRL + seta para cima. Com o narrador, o foco é movido automaticamente para a lista pendente.

  6. Para selecionar um campo a partir da lista pendente, prima a tecla seta para baixo até ouvir o nome do campo que pretende e, em seguida, prima ENTER para selecionar. O campo que selecionou é apresentado na coluna. O foco é movido automaticamente para a coluna seguinte.

  7. Para adicionar outro campo à consulta, repita os passos 4 a 6.

  8. Para adicionar um critério a um campo:

    1. Na coluna do campo ao qual pretende adicionar um critério, prima a tecla seta para baixo até ouvir: "linha 11, coluna 1". Com o JAWS, irá ouvir: "critérios".

    2. Introduza um critério. Por exemplo, para um campo preço numa tabela produtos, escreva o parêntese reto reto, símbolo de igual e o número 10 (> = 10) para mostrar uma lista de produtos com um preço maior ou igual a $10.

  9. Para ver os resultados da consulta, prima Alt, J, Q, G.

  10. Para guardar a consulta, prima Ctrl+S. Na caixa de diálogo guardar como , introduza um nome para a consulta e prima ENTER.

Nota: Pode utilizar o Estruturador de Consulta para rever simultaneamente dados de várias tabelas relacionadas. Por exemplo, se tiver uma base de dados com uma tabela Clientes e uma tabela Encomendas, e cada tabela tiver um campo ID do Cliente, que constitui a base de uma relação um-para-muitos entre as duas tabelas, pode criar uma consulta que devolve encomendas para os clientes numa localidade específica. Para criar uma consulta que revê simultaneamente dados de várias tabelas, utilize o procedimento listado aqui, mas repita os passos 2 a 8 para adicionar mais tabelas, campos e critérios à consulta.

Criar uma consulta parametrizada

Se executa frequentemente variações de uma determinada consulta, considere a utilização de uma consulta parametrizada. Quando executar uma consulta parametrizada, a consulta pede-lhe valores de campos e utiliza os valores fornecidos para criar critérios para a consulta.

  1. No painel Navegação, selecione a consulta na qual pretende basear a consulta parametrizada.

  2. Prima Shift + F10. O menu de contexto é aberto.

  3. Prima D. A consulta é aberta na vista Estrutura, com o foco na primeira linha do primeiro campo na grelha de estrutura da consulta.

  4. Para deslocar-se para o campo que pretende modificar, prima a tecla seta para a direita até ouvir o nome do campo que pretende.

  5. Para ir para a linha critérios , prima a tecla seta para baixo até ouvir: "linha 11, coluna 1". Com o JAWS, irá ouvir: "critérios".

  6. Na célula, elimine todas as informações existentes e introduza uma cadeia de parâmetros. Por exemplo, se pretender criar uma consulta parametrizada para uma consulta para encontrar clientes em Nova York, elimine "Nova York" e introduza a cidade?. Não pode utilizar um ponto final (.) nem um ponto de exclamação (!) como texto num pedido de parâmetro.

    A cadeia para a qual cidade? é o seu pedido de parâmetro. Os parênteses indicam que pretende que a consulta solicite entrada e o texto (neste caso, para que cidade?) é a pergunta que o prompt de parâmetro apresenta.

  7. Para executar a consulta, prima Alt, J, Q, G. A janela introduzir valor do parâmetro é aberta, com o foco no campo editar. Introduza um valor, por exemplo, Nova Iorque.

  8. Prima a tecla de tabulação até chegar ao botão OK e, em seguida, prima ENTER. Neste exemplo, são apresentadas as encomendas de clientes em Lisboa.

Especificar tipos de dados de parâmetros

Também pode especificar o tipo de dados que um parâmetro deve aceitar. Pode definir o tipo de dados para qualquer parâmetro, mas é especialmente importante definir o tipo de dados para dados numéricos, de moeda ou de data/hora. Quando especifica o tipo de dados que um parâmetro deve aceitar, os utilizadores recebem uma mensagem de erro mais útil se introduzirem o tipo de dados errado, tal como o texto quando a moeda é esperada.

Nota: Se um parâmetro estiver definido para aceitar dados de texto, qualquer entrada é interpretada como texto e não é apresentada nenhuma mensagem de erro.

  1. Abra a consulta parametrizada. Para mudar para a vista de estrutura , prima Alt + b, A, D. É aberta a grelha de estrutura.

  2. Prima Alt, J, Q, S, P. A caixa de diálogo parâmetros de consulta é aberta, com o foco na coluna parâmetro .

  3. Escreva o pedido para cada parâmetro para o qual pretende especificar o tipo de dados. Certifique-se de que cada parâmetro corresponde ao pedido que utiliza na linha Critérios da grelha de estrutura da consulta. Por exemplo, se introduziu em que cidade?, deve introduzir a mesma mensagem na caixa de diálogo parâmetros de consulta .

  4. Para mover para a coluna Tipo de Dados, prima a Tecla de Tabulação.

  5. Para abrir uma lista pendente, prima Alt + seta para baixo.

  6. Para selecionar o tipo de dados para um parâmetro, prima a tecla seta para baixo até ouvir aquele que pretende.

  7. Para guardar e sair da caixa de diálogo, prima Enter.

Para obter mais informações sobre a utilização de parâmetros, aceda a utilizar parâmetros para solicitar entradas ao executar uma consulta.

Criar uma consulta cruzada

Quando pretender reestruturar dados de resumo para torná-los mais fácil de ler e compreender, utilize uma consulta cruzada. Uma consulta cruzada calcula uma soma, média ou outra função de agregação e, em seguida, agrupa os resultados em dois conjuntos de valores: um na parte inferior da folha de dados e o outro na parte superior. Pode utilizar o Assistente de Consultas para criar rapidamente uma consulta cruzada.

O Assistente de Consultas Cruzadas permite-lhe escolher uma única tabela ou consulta como a origem de registos para a consulta cruzada. Se uma única tabela não tiver todos os dados que pretende incluir na consulta cruzada, comece por criar uma consulta selecionar que devolva os dados pretendidos.

  1. Prima Alt + C, Q, Z. A caixa de diálogo nova consulta é aberta, com o assistente de consultas simples selecionado.

    Sugestão: Se ainda não guardou a tabela para a qual pretende criar uma consulta, ser-lhe-á pedido para o fazer antes de ser aberto o Assistente de Consultas.

  2. Prima a tecla Seta Para Baixo. Ouve “Assistente de Consultas Cruzadas”.

  3. Prima Enter ou Alt+N. O assistente de consultas cruzadas é aberto com o botão de opção tabelas selecionado e o foco na caixa lista de tabelas.

  4. Selecione os objetos que pretende utilizar para criar uma consulta cruzada:

    • Para selecionar uma tabela, utilize a tecla seta para baixo.

    • Para selecionar uma consulta, prima Alt+Q. Prima Shift + tecla de tabulação para ir para a caixa de listagem. Para selecionar uma consulta, prima a tecla seta para baixo até ouvir o nome da consulta que pretende.

    • Para selecionar tabelas e consultas, prima Alt+O. Prima Shift + tecla de tabulação para ir para a caixa de listagem. Para selecionar as tabelas e as consultas pretendidas, prima a tecla seta para baixo até ouvir as que pretende.

  5. Para avançar para a página seguinte, prima Enter ou Alt+N.

  6. É aberta a página seguinte com o foco na caixa de listagem Campos disponíveis. Para selecionar o campo que contém os valores que pretende utilizar como cabeçalhos de linha, prima a tecla seta para baixo.

  7. Para adicionar o campo selecionado, prima a Tecla de Tabulação e, em seguida, prima Enter. Repita este procedimento para cada campo que pretenda adicionar.

    Sugestões: 

    • Pode selecionar até três campos para utilizar como origens de cabeçalhos de linha, mas os menores cabeçalhos de linha que utilizar, a sua folha de dados cruzada será mais fácil de ler.

    • Se escolher mais de um campo para fornecer cabeçalhos de linha, a ordem pela qual escolhe os campos determina a ordem predefinida na qual os resultados são ordenados.

  8. Para avançar para a página seguinte do assistente, prima Enter ou Alt+N.

  9. Na página seguinte, para selecionar o campo que contém os valores que pretende utilizar como cabeçalhos de coluna, prima a tecla seta para baixo até ouvir o campo que pretende.

    Sugestão: Em geral, deve escolher um campo que contenha poucos valores para ajudar a manter os resultados fáceis de ler. Por exemplo, utilizar um campo que apenas tenha alguns valores possíveis (como, por exemplo, o sexo) poderá ser preferível a utilizar um campo que possa conter vários valores diferentes (como, por exemplo, a idade).

  10. Se o campo que optar por utilizar para cabeçalhos de coluna tiver o tipo de dados Data/Hora, o assistente adiciona um passo que permite agrupar as datas em intervalos. Pode especificar Ano, Trimestre, Mês, Data ou Data/Hora. Se não escolher um campo Data/Hora para os cabeçalhos de coluna, o assistente ignora esta página.

  11. Para avançar para a página seguinte, prima Enter ou Alt+N. Quando a página é aberta, o primeiro campo está selecionado na caixa de listagem Campos e o foco está na caixa de listagem Funções.

  12. Para ir para a caixa de listagem campos , para selecionar um campo diferente, prima Shift + tecla de tabulação. Ouvirá: "campos, selecionado". Com o JAWS, ouvirá: "campos, dois pontos, caixa de listagem" e o nome do primeiro campo.

  13. Para selecionar um campo, utilize a tecla seta para baixo.

  14. Para mover para a caixa Lista de funções, prima a Tecla de Tabulação. Ouvirá: "funções, selecionadas". Com o JAWS, ouvirá: "funções, dois pontos, caixa de listagem" e o nome da primeira função.

  15. Para selecionar uma função a utilizar para calcular os valores de resumo, utilize a tecla seta para baixo. O tipo de dados do campo selecionado determina as funções que estão disponíveis.

  16. Quando terminar de efetuar as suas seleções, prima a tecla de tabulação até chegar à caixa de verificação Sim, incluir somas das linhas . Prima a barra de espaço para selecionar ou desmarcá-la.

    Se incluir as somas das linhas, a consulta cruzada tem um cabeçalho de linha adicional que utiliza o mesmo campo e a mesma função do valor do campo. Ao incluir uma soma das linhas, é inserida uma coluna adicional que resume as colunas restantes. Por exemplo, se a consulta cruzada calcular a idade média por localização e sexo (com cabeçalhos de coluna para o sexo), a coluna adicional calcula a idade média por localização, em todos os sexos.

    Sugestão: Pode alterar a função que é utilizada para produzir somas de linhas editando a consulta cruzada na vista estrutura .

  17. Para avançar para a página seguinte do assistente, prima Enter ou Alt+N.

  18. Na página seguinte, para atribuir um nome à consulta, prima Shift+Tecla de Tabulação e, em seguida, introduza um nome. O nome predefinido contém um sublinhado seguido pelo sufixo "cruzada".

  19. Veja, modifique e guarde a consulta.

    • Para ver a consulta cruzada, prima Enter.

    • Para modificar a estrutura da consulta, prima Alt + M e, em seguida, prima ENTER.

    • Para guardar a consulta e sair do assistente, prima Alt+F.

Criar uma consulta eliminar

Quando pretender remover registos (linhas) inteiros de uma tabela ou de duas tabelas relacionadas em simultâneo, utilize uma consulta eliminar. Uma consulta eliminar é útil porque permite especificar critérios para localizar e eliminar os dados rapidamente. Também permite poupar tempo, uma vez que pode reutilizar uma consulta guardada.

Notas: 

  • Antes de eliminar dados ou de executar uma consulta eliminar, certifique-se de que faz uma cópia de segurança da base de dados de ambiente de trabalho do Access. Uma consulta eliminar dá-lhe uma oportunidade para rever as linhas que serão eliminadas antes de efetuar a eliminação.

  • Se pretende eliminar apenas alguns registos, não precisa de uma consulta. Abra a tabela na vista Folha de Dados, selecione os campos (colunas) ou registos (linhas) que pretende eliminar e, em seguida, prima Delete. Ser-lhe-á pedido para confirmar a eliminação permanente.

Criar uma consulta eliminar para eliminar todas as linhas vazias numa tabela ou campo

  1. Prima Alt + C, Q, D. A caixa de diálogo Mostrar tabela é aberta.

  2. Para selecionar uma tabela, prima a tecla seta para baixo até ouvir o nome da tabela que pretende. Prima Alt+A. Repita este procedimento para cada tabela na qual pretende eliminar registos.

  3. Para fechar a caixa de diálogo Mostrar tabela , prima Alt + C. A tabela aparece como janela na parte superior esquerda da grelha de estrutura da consulta, com todos os campos listados.

  4. Prima Alt + J, Q, X. A grelha de estrutura é aberta, com o foco no primeiro campo. Na grelha de estrutura, as linhas ordenar e Mostrar já não estão disponíveis, mas a linha delete está agora disponível.

  5. Prima Alt + seta para baixo para abrir a lista pendente.

  6. Prima a tecla seta para baixo até ouvir o campo que pretende e, em seguida, prima ENTER. O foco move-se para a coluna seguinte.

  7. Para ir para a coluna anterior, prima a tecla seta para a esquerda.

  8. Para se deslocar para a linha eliminar , prima a tecla seta para baixo até ouvir "eliminar dois pontos" e, em seguida, prima Alt + seta para baixo para abrir uma lista pendente.

  9. Para selecionar "onde", prima a tecla seta para cima e, em seguida, prima ENTER. O foco move-se para a coluna seguinte.

  10. Para ir para a coluna anterior, prima a tecla seta para a esquerda.

  11. Para ir para a linha critérios, prima a tecla seta para baixo.

  12. Quando ouvir "critérios" ou "linha 11, coluna 1", introduza énulo (verdadeiro).

  13. Para verificar se a consulta devolve os registos que pretende eliminar, prima ALT + B, H.

  14. Para executar a consulta:

    1. Para mudar para a vista de estrutura , prima Alt + b, A, D.

    2. Na vista de estrutura , prima Alt + J, Q, G. É aberta uma janela de confirmação, a pedir-lhe para confirmar a eliminação de linhas.

    3. Para eliminar as linhas, prima Enter.

  15. Para guardar a consulta, prima Ctrl+G. Na caixa de diálogo guardar como , escreva um nome e prima ENTER.

Criar uma consulta eliminar com critérios específicos

  1. Prima Alt + C, Q, D. A caixa de diálogo Mostrar tabela é aberta.

  2. Para selecionar uma tabela, prima a tecla seta para baixo até ouvir o nome da tabela que pretende. Prima Alt+A. Repita este procedimento para cada tabela na qual pretende eliminar registos.

  3. Para fechar a caixa de diálogo Mostrar tabela , prima Alt + C. A tabela aparece como janela na parte superior esquerda da grelha de estrutura da consulta, com todos os campos listados.

  4. Prima Alt + J, Q, X. A grelha de estrutura é aberta, com o foco no primeiro campo. Na grelha de estrutura, as linhas ordenar e Mostrar já não estão disponíveis, mas a linha delete está agora disponível.

  5. Prima Alt + seta para baixo para abrir a lista pendente.

  6. Para selecionar o campo com os critérios pretendidos para eliminação, prima a tecla seta para baixo até ouvir o campo que pretende e, em seguida, prima ENTER.

  7. Para ir para a linha eliminar , prima a tecla seta para baixo. Prima Alt + seta para baixo e, em seguida, para selecionar "onde", prima a tecla seta para baixo e, em seguida, prima ENTER. O foco move-se para a coluna seguinte.

  8. Para ir para a coluna anterior, prima a tecla seta para a esquerda.

  9. Para ir para a linha critérios , prima a tecla seta para baixo.

  10. Introduza os critérios. Para obter uma lista de exemplo de critérios em consultas, consulte Criar e executar uma consulta eliminar.

  11. Para ir para a linha Mostrar , prima a tecla seta para cima.

  12. Prima a barra de espaço para desmarcar a caixa de verificação Mostrar para cada critério.

  13. Para verificar se a consulta devolve os registos que pretende eliminar, prima ALT + B, H.

  14. Para executar a consulta:

    1. Para mudar para a vista de estrutura , prima Alt + b, A, D.

    2. Na vista de estrutura , prima Alt + J, Q, G. É aberta uma janela de confirmação, a pedir-lhe para confirmar a eliminação de X número de linhas.

    3. Para eliminar as linhas, prima Enter.

  15. Para guardar a consulta, prima Ctrl+G. Na caixa de diálogo guardar como , escreva um nome e prima ENTER.

Efetuar uma cópia de segurança da base de dados

  1. Prima ALT + F, A. O painel guardar como é aberto, com a caixa de dados guardar como selecionada.

  2. Para criar uma cópia de segurança da base de dados, prima B e, em seguida, prima ENTER. É apresentada a caixa de diálogo guardar como , com a caixa de texto nome do ficheiro selecionada. Se pretender, escreva um novo nome para a base de dados e, em seguida, prima Enter.

Se estiver a utilizar um ficheiro só de leitura ou uma base de dados criada numa versão anterior do Access, poderá receber uma mensagem a informar que não é possível criar uma cópia de segurança da base de dados.

Reverter para uma cópia de segurança

  1. Feche e mude o nome do ficheiro original para que a cópia de segurança possa utilizar o nome da versão original.

  2. Atribua o nome da versão original à cópia de segurança.

  3. Abra a cópia de segurança com nome alterado no Access.

Consulte também

Utilizar um leitor de ecrã para iniciar o Access

Utilizar um leitor de ecrã para criar uma consulta nas bases de dados de ambiente de trabalho do Access

Atalhos de teclado do Access

Suporte técnico para clientes portadores de deficiência

A Microsoft quer proporcionar a melhor experiência possível a todos os seus clientes. Se for portador de deficiência ou tiver perguntas relacionadas com acessibilidade, contacte o Answer Desk para Pessoas Portadoras de Deficiência da Microsoft para obter assistência técnica. A equipa do Answer Desk para Pessoas Portadoras de Deficiência foi treinada para utilizar diversas tecnologias de apoio populares e pode fornecer assistência em inglês, espanhol, francês e na língua gestual americana. Aceda ao site do Answer Desk para Pessoas Portadoras de Deficiência da Microsoft para saber os detalhes de contacto da sua região.

Se for um utilizador da administração pública, comercial ou empresarial, contacte o Answer Desk para Pessoas Portadoras de Deficiência para empresas.

Aumente os seus conhecimentos do Office
Explore as formações
Seja o primeiro a obter novas funcionalidades
Adira ao Office Insider

As informações foram úteis?

Obrigado pelos seus comentários!

Obrigado pelo seu feedback! Parece que poderá ser benéfico reencaminhá-lo para um dos nossos agentes de suporte do Office.

×