TESTE.Z (função TESTE.Z)

Este artigo descreve a sintaxe da fórmula e a utilização da função TESTE.Z no Microsoft Excel.

Devolve o valor-P unicaudal de um teste-z.

Para uma determinada média da população hipotética, x, TESTE.Z devolve a probabilidade de que a média da amostra seria maior que a média de observações no conjunto de dados (matriz) - ou seja, a média da amostra observada.

Para ver como TESTE.Z pode ser utilizado numa fórmula para calcular um valor de probabilidade bicaudal, consulte "Observações" abaixo.

Sintaxe

TESTE.Z(matriz;x;[sigma])

A sintaxe da função TESTE.Z tem os seguintes argumentos:

  • Matriz     obrigatório. É a matriz ou intervalo de dados em que x será testado.

  • x     obrigatório. É o valor que pretende testar.

  • Sigma     opcional. É o desvio-padrão da população (conhecido). Se omitido, será utilizado o desvio-padrão do exemplos.

Observações

  • Se matriz estiver em branco, TESTE.Z devolve o valor de erro #N/D.

  • TESTE.Z é calculado da seguinte forma quando sigma não é omitido:

    TESTE.Z( matriz,x,sigma ) = 1- Norm.S.Dist ((Média(matriz)- x) / (sigma/√n),VERDADEIRO)

    ou quando sigma é omitido:

    TESTE.Z( matriz;x ) = 1- Norm.S.Dist ((Média(matriz)- x) / (DESVPAD(matriz)/√n);VERDADEIRO)

    onde x é a MÉDIA(matriz) média da amostra; e n é CONTAR(matriz).

  • TESTE.Z representa a probabilidade de a média da amostra ser maior que o valor observado em MÉDIA(matriz), quando a média da população subjacente for μ0. Da simetria da distribuição normal, se MÉDIA(matriz) < µ0, TESTE.Z irá devolver um valor maior que 0,5.

  • A seguinte fórmula do Excel pode ser utilizada para calcular a probabilidade bicaudal de que a média da amostra estaria mais afastada de µ0 (em qualquer direção) do que a MÉDIA(matriz), quando a média da população subjacente for x:

    =2 * MIN(TESTE.Z(matriz,x,sigma), 1 - TESTE.Z(matriz,x,sigma)).

Exemplo

Copie os dados de exemplo na tabela seguinte e cole-os na célula A1 de uma nova folha de cálculo do Excel. Para que as fórmulas mostrem resultados, selecione-as, prima F2 e, em seguida, prima ENTER. Se pretender, pode ajustar as larguras das colunas para ver todos os dados.

Dados

3

6

7

8

6

5

4

2

1

9

Fórmula

Descrição (Resultado)

Resultado

=TESTE.Z(A2:A11;4)

Valor de probabilidade uni-caudal de um teste-z para o conjunto de dados acima, na média da população hipotética de 4 (0,090574)

0,090574

=2 * MIN(TESTE.Z(A2:A11;4), 1 - TESTE.Z(A2:A11;4))

Valor de probabilidade bi-caudal de um teste-z para o conjunto de dados acima, na média da população hipotética de 4 (0,181148)

0,181148

=TESTE.Z(A2:A11;6)

Valor de probabilidade uni-caudal de um teste-z para o conjunto de dados acima, na média da população hipotética de 6 (0,863043)

0,863043

=2 * MIN(TESTE.Z(A2:A11;6), 1 - Z.TESTE(A2:A11;6))

Valor de probabilidade bi-caudal de um teste-z para o conjunto de dados acima, na média da população hipotética de 6 (0,273913)

0,273913

Aumente os seus conhecimentos do Office
Explore as formações
Seja o primeiro a obter novas funcionalidades
Adira ao Office Insider

As informações foram úteis?

Obrigado pelos seus comentários!

Obrigado pelo seu feedback! Parece que poderá ser benéfico reencaminhá-lo para um dos nossos agentes de suporte do Office.

×