Seis passos para redigir um excelente currículo

O seu currículo está a prejudicá-lo?

O seu currículo está a prejudicá-lo na procura de emprego? Se tiver iniciado uma procura agressiva de um novo cargo e não estiver a obter os resultados que esperava, a resposta poderá ser “sim.” Vejamos seis formas de transformar o seu currículo enfadonho num currículo dinâmico:

  1. Defina um alvo para o seu currículo     Siga a dica dos gurus de publicidade da Madison Avenue, com grande experiência comercial, e defina um alvo para a mensagem do seu currículo. O seu currículo deve comunicar de forma clara o seu objetivo de carreira logo no início através de um título de currículo (se já pertencer aos quadros de uma empresa) ou uma declaração objetiva (caso tenha terminado recentemente o seu curso ou estiver a mudar o rumo da sua carreira). Num dia normal, a entidade empregadora pode receber centenas de currículos, particularmente durante períodos de layoffs em massa ou se estiverem a anunciar vários empregos online. É provável que o seu currículo não seja alvo de uma leitura exaustiva durante a seleção inicial e, por isso, faça com que todos os segundos contem eliminando todas as dúvidas sobre o que pretende fazer (e tem habilitações para fazer). O título do seu currículo ou declaração objetiva deve ficar diretamente abaixo do seu nome e dos dados de contacto.

    Os títulos de currículos de exemplo incluem: “Representante de Vendas de Tecnologia Galardoado”, “Administrador de Redes com Múltiplas Certificações (CNA, MCSE, CCNA)” e “Profissional de Assistência Administrativa com Experiência em Empresas Fortune 500”.

    Os objetivos de exemplo incluem: “Recém-licenciado do curso de Finanças com uma forte base académica e desempenho superior no estágio do Banco de Portugal ansioso por iniciar carreira no setor bancário”. “Enfermeira especializada que procura tirar partido da experiência clínica e das comprovadas competências interpessoais para se transferir para as vendas de farmácia”.

  2. Descreva as suas realizações com pormenores     No competitivo mercado de trabalho atual, o seu currículo tem de fazer mais do que apenas enumerar as suas entidades empregadoras, cargos, datas de emprego e responsabilidades gerais. Para conseguir ser competitivo, o seu currículo tem de destacar não só o que realizou, mas também o nível com que o fez. Uma forma de fazê-lo com sucesso consiste em apresentar um breve resumo das suas responsabilidades globais por baixo de cada cargo que tenha desempenhado, seguido de uma lista com marcas de "Realizações Chave" ou "Contribuições Selecionadas".

    As responsabilidades são deveres diários, como supervisão de pessoal, administração de bases de dados ou gestão de operações. As realizações descrevem ações específicas que realizou para cumprir ou exceder as metas do empregador ou as expectativas dos clientes. Normalmente, as realizações descrevem as formas como melhorou processos, serviços ou tecnologias; gerou receitas; reduziu custos; melhorou a eficiência ou a organização; acelerou os tempos de produção; aumentou a rentabilidade; aumentou a satisfação dos clientes; resolveu problemas; melhorou a moral ou a formação do pessoal; trouxe novos clientes ou reteve negócios existentes; afastou a concorrência; ou melhorou significativamente o desempenho.

  3. Quantifique as suas realizações     Sempre que possível, tente quantificar as suas realizações utilizando percentagens, montantes em dinheiro, comparações antes e depois ou outras descrições. Isso tornará o seu currículo mais válido fornecendo provas concretas das suas realizações.

    Considere o seguinte exemplo de antes e depois: Antes (declaração de realização não quantificada): identificou e resolveu problemas técnicos complexos para melhorar o funcionamento da rede. Depois (declaração de realização quantificada): melhorou o tempo de disponibilidade da rede de 89% para 99,5% (o melhor resultado de sempre). Inverteu um historial de longa data de falhas na rede através da resolução experiente de problemas e da otimização dos sistemas.

  4. Maximize a densidade de palavras chave no seu currículo     As palavras chave são utilizadas pelas entidades empregadoras para pesquisar currículos armazenados online ou em bases de dados informáticas. Quanto mais palavras chave contiver o seu currículo, mais alta será a posição ocupada na pilha de currículos. Pode ter a experiência e aptidões exatas de que uma empresa está à procura, mas, se o seu currículo não refletir isso com a utilização de palavras chave, é muito provável que o seu currículo não seja "encontrado" entre outros candidatos com mais experiência na aplicação de palavras chave.

    Apesar de não ser uma lista completa, as palavras chave podem ser cargos e funções (por exemplo, "programador informático", "programação informática", "gestor de loja", "gestão de cadeia de lojas"); graduações ou certificações (por exemplo, "bacharelato em marketing”, “BA em marketing”, “CPA”, “LPN”); gíria industrial (por exemplo, “ISO 9000”, “Six Sigma”, “Sistemas JIT”); programas/aplicações/sistemas informáticos (por exemplo, “Microsoft Office Word”, “Microsoft Office PowerPoint”, “Windows 2000”); e aptidões simples (por exemplo, “resolução criativa de problemas”, “criação e formação de equipas”, “planeamento estratégico”, “gestão de relações com os clientes”). Se não tiver a certeza de que o seu currículo esteja adequadamente repleto de palavras chave apropriadas ao setor industrial e alvo de emprego, passe algum tempo a pesquisar cargos publicitados que correspondam aos seus interesses e, se tiver habilitações ou aptidões semelhantes, insira essas palavras chave algures no seu currículo.

  5. Seja estratégico na forma como organiza o conteúdo do currículo     As suas habilitações, aptidões, experiência e realizações mais fortes e mais relevantes devem ser destacadas na primeira página do seu currículo. Isso poderá significar que terá de ser criativo na forma como se apresenta em papel. Por exemplo, se tiver terminado recentemente o seu curso universitário sem grande experiência de trabalho, a sua habilitação mais forte são as suas habilitações literárias. Não as coloque no fundo do currículo. Em vez disso, destaque-as com grande proeminência na metade superior do currículo e forneça amplos detalhes dos seus "destaques no programa do curso" enumerando não só o curso, mas também as cadeiras incluídas na sua área de estudo principal. (Esse fato também ajuda a adicionar mais palavras chave ao seu currículo.)

    Segue-se outro exemplo: Se estiver a tentar regressar a uma carreira que abandonou há alguns anos, tem de dar destaque a essa experiência inicial. Uma forma de fazê-lo consiste em enaltecer a sua carreira inicial num "resumo de perfil" poderoso de abertura, uma secção breve de um ou dois parágrafos imediatamente a seguir ao título e objetivo do seu currículo, onde pode dar destaque à sua experiência profissional anterior.

  6. Releia, releia, releia!     O seu currículo não deve conter gralhas, erros ortográficos ou erros de gramática/pontuação/maiúsculas e minúsculas. Um ou dois erros podem ser suficientes para eliminar da consideração um candidato que, de outra forma, seria qualificado. Seja meticuloso na sua revisão e não tenha receio de pedir a um professor, amigos ou colegas de confiança para reverem também o seu currículo.

Acerca da autora     Karen Hofferber é Autora Profissional e Certificada de Curricula Vitae e autora de Curricula Vitae sénior no ResumePower.com. Pretende dar um novo rumo à carreira? Consulte The Career Change Resume de Kim Isaacs e Karen Hofferber para obter ajuda.

Aumente os seus conhecimentos do Office
Explore as formações
Seja o primeiro a obter novas funcionalidades
Adira ao Office Insider

As informações foram úteis?

Obrigado pelos seus comentários!

Obrigado pelo seu feedback! Parece que poderá ser benéfico reencaminhá-lo para um dos nossos agentes de suporte do Office.

×