Recebi um erro 550, 553 ou de proibição de reencaminhamento ao enviar mensagens de e-mail

Sintoma

Quando está longe de casa e envia uma mensagem de e-mail através da sua conta de e-mail doméstica, a mensagem de e-mail pode ser devolvida com uma mensagem de erro 550, 553 ou de proibição de reencaminhamento. A mesma situação pode ocorrer quando está longe do escritório e tenta enviar uma mensagem de e-mail através da sua conta de e-mail profissional.

Resumo

O reencaminhamento ocorre quando é enviada uma mensagem de e-mail para um endereço de e-mail cujo domínio (o nome depois do símbolo @, como adatum.com) não é processado pelo protocolo SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) ou pelo servidor de envio que o remetente está a pedir para entregar a mensagem. O servidor SMTP tem de ligar a outro servidor SMTP para reencaminhar a mensagem.

Quando envia uma mensagem de e-mail que encontra um erro de reencaminhamento, o servidor de e-mail SMTP (envio) pode devolver a mensagem de e-mail com uma mensagem de erro, como uma das seguintes:

  • "Não foi possível enviar a mensagem porque um dos destinatários foi rejeitado pelo servidor. O endereço de e-mail rejeitado era "<alguem@example.com>". Assunto: "<Teste>", Conta: "<Teste>", Servidor: "<smtp.exemplo.com>", Protocolo: SMTP, Resposta do Servidor: "550 <alguem@example.com>... Reencaminhamento Recusado", Porta: 25, Secure (SSL): Não, Erro do Servidor: 550, Número de Erro: 0x800CCC79."

  • "Não foi possível enviar a mensagem porque um dos destinatários foi rejeitado pelo servidor. O endereço de e-mail rejeitado era "<endereço de e-mail>". Assunto: "<Teste>", Conta: "<Teste>", Servidor: "<smtp.example.com>", Protocolo: SMTP, Resposta do Servidor: "553 – esse domínio não está na minha lista de rcpthosts permitidos (#5.7.1)", Porta: 25, Secure (SSL): Não, Erro do Servidor: 553, Número de Erro: 0x800CCC79."

A mensagem de erro exata pode variar, consoante o fornecedor de serviços Internet (ISP). Alguns ISPs podem não devolver uma mensagem de erro quando detetam mensagens a enviar como e-mail comercial não solicitado. Nestes casos, a mensagem pode parecer ter sido enviada normalmente, sai da pasta A Enviar do Outlook e aparece nos seus Itens Enviados, mas nunca foi realmente entregue ao destinatário.

A sua mensagem foi rejeitada porque o servidor de e-mail SMTP (envio) não o reconheceu como um utilizador autorizado.

SMTP é o protocolo (normas que os computadores utilizam para comunicar entre si) que a maioria dos servidores de e-mail utiliza para enviar mensagens de e-mail na Internet. Ao utilizar um programa de e-mail, como o Outlook, que permite armazenar mensagens de e-mail no seu computador, precisa de acesso a um servidor SMTP para enviar mensagens de e-mail.

Nota: Os sistemas de e-mail Web semelhantes ao Windows Live Mail e ao Yahoo! Mail são utilizados de forma diferente e este tópico não se aplica a essas contas de e-mail.

E-mail de lixo e reencaminhamentos abertos

Por vezes, o e-mail comercial não solicitado é designado por e-mail de lixo ou spam. A principal razão para o e-mail de lixo continuar a aumentar reside no facto de não custar praticamente nada à pessoa enviá-lo; na verdade, os remetentes nem sequer têm de enviar o e-mail de lixo através do servidor de e-mail SMTP (envio) do respetivo ISP.

A estrutura básica da Internet foi concebida antes de alguém ter em consideração as implicações de permitir enviar milhões de e-mails de lixo sem custar praticamente nada. Os remetentes de spam utilizam a capacidade de reencaminhamento dos servidores SMTP para mascarar a verdadeira origem do e-mail de lixo ao reencaminharem-no através de servidores de terceiros que permitem esses reencaminhamentos abertos. Isto faz com que o e-mail de lixo pareça ter vindo do site que reencaminha a mensagem e oculta a identidade do remetente real.

Até recentemente, a maioria dos servidores de e-mail SMTP utilizava um sistema de fidedignidade aberta. Neste sistema, qualquer pessoa, em qualquer local, podia enviar uma mensagem de e-mail para um servidor SMTP e o servidor aceitava-a e reencaminhava-a para um destinatário ou outro servidor de e-mail em que a caixa de correio do destinatário estivesse localizada. Num servidor de reencaminhamento aberto, não existiam restrições para quem podia enviar através do servidor SMTP.

Restrições ISP em mensagens de e-mail de reencaminhamento

À medida que o e-mail de lixo aumentava, os administradores de rede (as pessoas responsáveis pela gestão dos servidores do ISP) começaram a colocar restrições nos servidores de e-mail SMTP. Estas restrições ajudam a impedir a utilização ou o abuso de um servidor de e-mail por parte de qualquer pessoa. Pense nisto da seguinte forma: um telefone na sala de espera da sua organização costumava estar disponível para todos o utilizarem, quer trabalhassem ou não na organização. Agora, apenas os funcionários podem utilizar esse telefone.

Existem vários tipos de restrições em utilização hoje em dia:

  • Exigir autenticação SMTP     Tal como tem de utilizar uma palavra-passe para aceder ao seu servidor POP3 (receção) para as mensagens de e-mail, esta opção requer um nome de utilizador e uma palavra-passe para enviar mensagens de e-mail através do servidor SMTP. Normalmente, são o mesmo nome de utilizador e palavra-passe utilizados para o servidor POP3; no entanto, podem ser exclusivos.

  • Exigir primeiro ligação ao servidor de e-mail POP3 (receção) do ISP     Quando se liga para obter as novas mensagens de e-mail, geralmente liga a um servidor de e-mail POP3 (receção). Tem de fornecer um nome de utilizador e uma palavra-passe para aceder à sua caixa de correio. Um administrador de rede pode configurar o servidor para que, caso se ligue e autentique primeiro no servidor de e-mail POP3, qualquer pedido que fizer para enviar uma mensagem de e-mail seja aprovado através do servidor de envio SMTP normalmente restrito.

  • Exigir a ligação a partir de uma localização de rede autorizada     Quando estiver em casa e ligar o seu ISP ou se tiver um modem de cabo ou DSL, está a ligar diretamente à rede do ISP. É considerado fidedigno porque tem uma conta com o ISP com um nome de utilizador e uma palavra-passe. É autorizado a utilizar o servidor SMTP para enviar mensagens de e-mail, por ser um cliente.

  • Exigir a ligação a partir de um endereço IP ou intervalo de endereços IP específicos O seu ISP pode autorizar o acesso ao servidor SMTP para pessoas não ligadas diretamente à rede. Um utilizador remoto num escritório pode utilizar esta opção. No entanto, um grande problema é que muitos locais têm o que se denominam de endereços IP dinâmicos. Sempre que ligar, não existem garantias de que tem o mesmo endereço IP. Algumas empresas poderão ter um bloco ou um intervalo de endereços IP reservados. O seu ISP pode autorizar as ligações a partir desses endereços IP como utilizadores aprovados. O seu ISP pode fornecer informações adicionais.

Existem muitos cenários possíveis para o reencaminhamento. Eis as situações mais comuns. Veja se alguma corresponde ao seu caso.

Cenário

Isto é reencaminhamento?

Está em casa e tem uma conta do ISP que termina com @proseware.com que marca ou liga através de um modem de cabo ou DSL. Envia uma mensagem de e-mail a outra pessoa cujo endereço de e-mail também termina com @proseware.com.

Não. O seu e-mail deverá ser processado normalmente.

Igual ao primeiro cenário, com a diferença de que envia uma mensagem de e-mail a uma pessoa cujo endereço de e-mail termina com @adatum.com.

Sim, mas a mensagem não é bloqueada. Está ligado diretamente ao ISP e, assim, está autorizado a enviar correio através do servidor SMTP (envio) para qualquer endereço de e-mail, independentemente de onde está localizada a caixa de correio do destinatário.

Está no trabalho. O seu endereço de e-mail profissional termina com @thephone-company.com e tem uma conta do ISP doméstica que termina com @proseware.com que marca ou liga através de um modem de cabo ou DSL. No Outlook, tem as mesmas definições do servidor SMTP que utiliza em casa. Envia uma mensagem de e-mail a uma pessoa cujo endereço de e-mail também termina com @proseware.com.

Não. O seu e-mail deverá ser processado normalmente.

Igual ao cenário anterior, com a diferença de que envia uma mensagem de e-mail a uma pessoa cujo endereço de e-mail termina com @adatum.com.

Sim e esta mensagem pode ser bloqueada como e-mail de reencaminhamento. Está a tentar utilizar o servidor SMTP (envio) do ISP de casa enquanto não está ligado à rede do ISP. O servidor SMTP não consegue validá-lo como um subscritor autorizado do ISP. Além disso, está a pedir a esse servidor SMTP para ligar a outro servidor SMTP para entregar a sua mensagem na caixa de correio do destinatário.

Está num hotel ou a utilizar um quiosque de Internet do aeroporto que fornece acesso à Internet. Tem uma conta do ISP doméstica que termina com @proseware.com que marca ou liga através de um modem de cabo ou DSL. No Outlook, tem as mesmas definições do servidor SMTP que utiliza em casa. Envia uma mensagem de e-mail a outra pessoa cujo endereço de e-mail também termina com @proseware.com.

Não. O seu e-mail deverá ser processado normalmente.

Igual ao cenário anterior, com a diferença de que envia uma mensagem de e-mail a uma pessoa cujo endereço de e-mail termina com @adatum.com.

Sim e esta mensagem pode ser bloqueada como e-mail de reencaminhamento. Está a tentar utilizar o servidor SMTP (envio) do ISP de casa enquanto não está ligado à rede do ISP. O servidor SMTP não consegue validá-lo como um subscritor autorizado do ISP. Além disso, está a pedir ao servidor SMTP para ligar a outro servidor SMTP para entregar a sua mensagem na caixa de correio do destinatário.

Resoluções

Se estiver a utilizar um cenário considerado reencaminhamento, tem de enviar a mensagem através do servidor da sua ligação atual. Isto significa que, se estiver a trabalhar ou longe de casa e a não utilizar o seu ISP para ligar à Internet e quiser enviar uma mensagem da sua conta de e-mail do ISP doméstica, tem de alterar as definições da conta de e-mail para especificar o servidor SMTP utilizado na sua localização, por exemplo, o servidor SMTP do trabalho. Para obter procedimentos passo a passo, consulte Alterar as definições da conta de e-mail.

Se esta solução não funcionar para si ou se preferir utilizar a sua conta do ISP doméstica, o próximo passo é contactar o ISP e perguntar se alguma das opções descritas anteriormente está disponível para si. Para as duas primeiras restrições – exigir a autenticação SMTP ou a ligação primeiro ao servidor de correio POP3 (receção) do ISP – pode efetuar as alterações no Outlook em Definições da Conta. Para ver os procedimentos, consulte Alterar as definições da conta de e-mail.

Continua a não conseguir enviar mensagens de e-mail?

Alterou as definições SMTP no Outlook ou encontrou uma opção que deve permitir-lhe enviar a mensagem de e-mail. No entanto, continua a não conseguir enviar correio e recebe uma mensagem de erro.

É possível que tenha feito tudo certo, mas deparou-se com outra funcionalidade de segurança que os administradores de rede utilizam para impedir o spoofing de identidade. O spoofing de identidade é simplesmente uma forma de enviar uma mensagem de e-mail e disfarçar quem é realmente.

O Outlook, como a maioria dos programas de e-mail, permite especificar o "nome a apresentar" e o endereço de e-mail de retorno apresentados se alguém clicar em Responder à mensagem. O e-mail de lixo quase sempre contém informações falsas nestes campos. Pensa realmente que essas mensagens que recebeu sobre um esquema de enriquecimento rápido foram enviadas por uma supermodelo ou um líder mundial?

Para impedir o spoofing de identidade, alguns ISPs restringem a inserção de informações falsas no campo do endereço de e-mail de resposta. Por exemplo, se o nome de domínio do ISP terminar em proseware.com, o ISP pode não permitir a definição do seu endereço de e-mail de retorno como teresa@contoso.com. Esta restrição não é utilizada tão frequentemente como as restrições descritas anteriormente, mas pode ser aplicada a todos os utilizadores, independentemente da respetiva localização e ligação. Não existe nenhuma alternativa. Se o administrador do servidor estiver a utilizar este método, tem de especificar um domínio de endereço de e-mail de retorno que corresponda à sua ligação atual.

Aumente os seus conhecimentos do Office
Explore as formações
Seja o primeiro a obter novas funcionalidades
Adira ao Office Insider

As informações foram úteis?

Obrigado pelos seus comentários!

Obrigado pelo seu feedback! Parece que poderá ser benéfico reencaminhá-lo para um dos nossos agentes de suporte do Office.

×