INVF (função INVF)

Devolve o inverso da distribuição da probabilidade F (caudal direita). Se p = DISTF(x;...), então INVF(p;...) = x .

A distribuição F pode ser utilizada num teste F que compara o grau de variabilidade nos dois conjuntos de dados. Por exemplo, pode analisar as distribuições de lucros em Portugal e em Espanha para determinar se os dois países têm um grau semelhante de diversidade de lucros.

Importante: Esta função foi substituída por uma ou mais novas funções que podem fornecer uma maior exatidão e cujos nomes refletem melhor a respetiva utilização. Embora esta função ainda esteja disponível para retrocompatibilidade, deve considerar a utilização das novas funções a partir de agora pois a mesma pode não estar disponível em versões futuras do Excel.

Para obter mais informações sobre as novas funções, consulte Função INV.F e Função INV.F.DIR.

Sintaxe

INVF(probabilidade;graus_liberdade1;graus_liberdade2)

A sintaxe da função INVF tem os seguintes argumentos:

  • Probabilidade     obrigatório. É uma probabilidade associada à distribuição cumulativa F.

  • Graus_liberdade1     obrigatório. Os graus de liberdade do enumerador.

  • Graus_liberdade2     obrigatório. Os graus de liberdade do denominador.

Observações

  • Se qualquer argumento não for numérico, INVF devolve o valor de erro #VALOR!.

  • Se probabilidade < 0 ou probabilidade < 1, INVF devolve o valor de erro #NÚM!.

  • Se graus_liberdade1 ou graus_liberdade2 não forem um número inteiro, serão truncados.

  • Se graus_liberdade1 < 1 ou graus_liberdade1 ≥ 10^10, INVF devolve o valor de erro #NÚM!.

  • Se graus_liberdade2 < 1 ou graus_liberdade2 ≥ 10^10, INVF devolve o valor de erro #NÚM!.

INVF pode ser utilizado para devolver valores críticos da distribuição F. Por exemplo, a saída de um cálculo ANOVA inclui muitas vezes dados para a estatística F, probabilidade F e valor crítico F com o nível de significação de 0,05. Para devolver o valor crítico de F, utilize o nível de significação como o argumento de probabilidade para INVF.

Dado um valor como probabilidade, a função INVF procura esse valor x como DISTF(x, graus_liberdade1, graus_liberdade2) = probabilidade. Desta forma, a precisão de INVF depende da precisão de DISTF. A função INVF utiliza uma técnica de pesquisa iterativa. Se a pesquisa não tiver convergido após 100 iterações, a função devolve o valor de erro #N/D.

Exemplo

Copie os dados de exemplo na tabela seguinte e cole-os na célula A1 de uma nova folha de cálculo do Excel. Para que as fórmulas mostrem resultados, selecione-as, prima F2 e, em seguida, prima ENTER. Se pretender, pode ajustar as larguras das colunas para ver todos os dados.

Dados

Descrição

0,01

Probabilidade associada à distribuição cumulativa F

6

Graus de liberdade do numerador

4

Graus de liberdade do denominador

Fórmula

Descrição

Resultado

=INVF(A2;A3;A4)

Inverso da distribuição de probabilidade F relativa aos termos acima referidos

15,206865

Aumente os seus conhecimentos do Office
Explore as formações
Seja o primeiro a obter novas funcionalidades
Adira ao Office Insider

As informações foram úteis?

Obrigado pelos seus comentários!

Obrigado pelo seu feedback! Parece que poderá ser benéfico reencaminhá-lo para um dos nossos agentes de suporte do Office.

×