Exportar um objeto da base de dados para outra base de dados do Access

Exportar um objeto da base de dados para outra base de dados do Access

O Access disponibiliza várias maneiras de copiar um objeto, como uma tabela ou formulário, de uma base de dados para outra. Copiar e colar um objeto é o método mais fácil, mas exportar um objeto disponibiliza mais opções. Por exemplo, pode exportar a definição da tabela e os dados na tabela ou exportar apenas a definição da tabela (uma cópia em branco da tabela). Também pode guardar os detalhes da operação como uma especificação de exportação para utilização futura.

Descrição geral

Pode exportar uma tabela, consulta, formulário, relatório, macro ou módulo de uma base de dados do Access para outra. Ao exportar um objeto, o Access cria uma cópia do objeto na base de dados de destino.

Pode exportar objetos de base de dados quando precisar de efetuar as seguintes tarefas:

  • Copie a estrutura de uma tabela para outra base de dados como um atalho para criar uma nova tabela.

  • Copie a estrutura e esquema de um formulário ou relatório para outra base de dados para criar um novo formulário ou relatório rapidamente.

  • Copie a versão mais recente de uma tabela ou formulário para outra base de dados regularmente. Para fazê-lo, pode criar uma especificação de exportação quando exportar o objeto pela primeira vez e, em seguida, utilizar a especificação para repetir a operação posteriormente.

Tenha em conta que exportar para outra base de dados é quase idêntico a abrir uma segunda base de dados e importar o objeto da primeira. As duas principais diferenças entre importar e exportar objetos entre bases de dados do Access são:

  • Pode importar múltiplos objetos numa única operação, mas não pode exportar múltiplos objetos numa única operação. Se quiser exportar múltiplos objetos para outra base de dados, é mais fácil abrir a base de dados de destino e efetuar uma operação de importação a partir da mesma.

  • Para além dos objetos de base de dados, pode importar relações entre tabelas, assim como especificações de importação e exportação, menus e barras de ferramentas. Também pode importar uma consulta como uma tabela. A exportação não disponibiliza estas opções.

Procura informações sobre como importar objetos para uma base de dados do Access? Consulte Importar objetos de base de dados para a base de dados atual do Access.

Preparar a exportação

  1. Abra a base de dados de origem, se ainda não estiver aberta. O formato de ficheiro pode ser MDB ou ACCDB. Se o ficheiro estiver no formato MDE ou AACDE, o objeto de origem tem de ser uma tabela, uma consulta ou uma macro. Não pode exportar formulários, relatórios nem módulos de um ficheiro MDE ou ACCDE.

    Nota: Se a base de dados for só de leitura ou se não tiver permissões para fazer alterações à base de dados, pode concluir a operação de exportação, mas não pode guardar a especificação de exportação.

  2. Identifique o objeto que pretende exportar. Se for a primeira vez que está a exportar dados para uma base de dados do Access, lembre-se do seguinte:

    Elemento

    Descrição

    Um único objeto por operação

    Só pode exportar um objeto de cada vez. Para exportar múltiplos objetos, repita a operação de exportação para cada objeto ou efetue uma operação de importação a partir da base de dados de destino.

    Nova tabela

    Cada operação de exportação cria um novo objeto na base de dados de destino. Se já existir um objeto com o mesmo nome, pode optar por substituí-lo ou especificar um nome diferente para o novo objeto.

    Nota: Uma operação de exportação não pode adicionar registos a uma tabela existente. Para adicionar registos, pondere criar uma consulta de acréscimo. Para obter mais informações, consulte o artigo Adicionar registos a uma tabela utilizando uma consulta de acréscimo.

    Exportar uma tabela ligada

    Se a tabela que pretende exportar for uma tabela ligada, a operação de exportação criará uma tabela ligada na base de dados de destino. A nova tabela ligada tem ligação à tabela de origem original.

    Por exemplo, se exportar uma tabela ligada chamada Funcionários1 na base de dados Vendas, ligada à tabela Funcionários na base de dados Folha de Pagamento, a operação de exportação criará uma tabela ligada na base de dados de destino. A nova tabela ligada tem ligação direta à tabela Funcionários na base de dados Folha de Pagamento.

    Exportação parcial

    Não pode exportar parte de um objeto ou apenas alguns registos.

    Relações

    Visto que só pode exportar uma tabela de cada vez, a operação de exportação não copia relações. Se quiser importar múltiplas tabelas e a respetiva relação, abra a base de dados de destino e importe os objetos.

    Definição de tabela

    Pode optar por exportar uma tabela inteira ou apenas a definição da tabela. Exportar a definição cria uma cópia em branco da tabela na base de dados de destino.

    Origem de registos

    Exportar uma consulta, formulário ou relatório não exporta automaticamente as origens de registos subjacentes. Tem de exportar as origens de registos subjacentes. Caso contrário, a consulta, formulário ou relatório não irá funcionar.

    Campos de pesquisa

    Se um campo na tabela de origem consultar valores noutra tabela ou consulta, tem de exportar a tabela ou consulta relacionada se quiser que o campo de destino apresente os valores da consulta. Se não exportar a tabela ou consulta relacionada, o campo de destino apresenta apenas os IDs da consulta.

    Subformulários e sub-relatórios

    Ao exportar um formulário ou relatório, os subformulários e sub-relatórios incluídos no formulário ou relatório não são automaticamente exportados. Tem de exportar cada subformulário ou sub-relatório e a respetiva origem de registo subjacente em separado.

  3. Abra a base de dados de destino. O formato de ficheiro pode ser MDB ou ACCDB. Também pode ser um ficheiro MDE ou ACCDE. Certifique-se de que não é só de leitura e que tem permissões para a modificar.

    Notas: 

    • Se não conseguir abrir a base de dados, é possível que outro utilizador tenha a base de dados aberta em modo exclusivo. Normalmente, precisa de contactar o utilizador para pedir que feche e reabra a base de dados no modo normal (multiutilizador).

    • Se a base de dados estiver protegida por uma palavra-passe, ser-lhe-á pedido para introduzir a mesma sempre que executar o Assistente de Exportação ou a especificação guardada.

    • Se quiser exportar o objeto para uma nova base de dados, tem de criar uma base de dados em branco (que não contenha tabelas, formulários ou relatórios) antes de começar a operação de exportação.

  4. Se já existir um objeto com o mesmo nome que o objeto de origem na base de dados de destino, tem de decidir se quer substituir a versão existente ou especificar um nome diferente para o novo objeto.

    Está agora pronto para começar a operação de exportação. Aceda ao próximo conjunto de passos.

Exportar um objeto da base de dados para outra base de dados do Access

  1. No separador Dados Externos, no grupo Exportar, clique em Access. Tenha em conta que, se estiver a utilizar o Access 2007, deve clicar em Mais no grupo Exportar e, em seguida, clicar em Base de dados do Access.

    Sugestão: Também pode começar o processo de exportação ao clicar com o botão direito do rato no objeto no Painel de Navegação e, em seguida, ao clicar em Exportar > Access.

  2. O Access abre a caixa de diálogo Exportar – Base de Dados do Access.

  3. Na caixa Nome do ficheiro, na caixa de diálogo Exportar – Base de Dados do Access, especifique o nome da base de dados de destino e, em seguida, clique em OK.

  4. Na caixa de diálogo Exportar, altere o nome do novo objeto se não quiser substituir um objeto existente pelo mesmo nome na base de dados de destino.

  5. Se o objeto selecionado for uma tabela, especifique se quer exportar as definições e dados da tabela ou apenas a definição.

  6. Clique em OK para terminar a operação.

    Se existir um objeto com o mesmo nome na base de dados de destino, ser-lhe-á pedido para substituir ou especificar um nome diferente. Clique em Sim para substituir ou clique em Não para voltar à caixa de diálogo Exportar. Especifique um nome que não esteja a ser utilizado na base de dados de destino e, em seguida, clique em OK.

    O Access exporta os objetos. Se ocorrer um erro, o Access apresenta uma mensagem de erro. Caso contrário, é apresentado o último ecrã do assistente, que pode utilizar se quiser criar uma especificação que guarda os detalhes da operação de exportação.

O que mais devo saber?

Aumente os seus conhecimentos do Office
Explore as formações
Seja o primeiro a obter novas funcionalidades
Adira ao Office Insider

As informações foram úteis?

Obrigado pelos seus comentários!

Obrigado pelo seu feedback! Parece que poderá ser benéfico reencaminhá-lo para um dos nossos agentes de suporte do Office.

×