Criar uma relação

A relação ajuda-o a combinar dados de duas tabelas diferentes. Numa base de dados do ambiente de trabalho do Access, pode criar uma relação na janela Relações. Criar uma relação numa aplicação Web do Access é um processo diferente, como descrito mais abaixo em Criar uma relação numa aplicação Web do Access.

Neste tópico

Criar uma relação numa base de dados de ambiente de trabalho do Access

Criar uma relação numa aplicação Web do Access

Criar uma relação numa base de dados de ambiente de trabalho do Access

  1. No separador Ferramentas da Base de Dados, no grupo Relações, clique em Relações.

    Comando Relações no separador Ferramentas da Base de Dados

  2. Caso ainda não tenha definido quaisquer relações, a caixa de diálogo Mostrar Tabela aparece automaticamente. Caso não apareça, no separador Estrutura, no grupo Relações, clique em Mostrar Tabela.

    A caixa de diálogo Mostrar Tabela apresenta todas as tabelas e consultas na base de dados. Para ver apenas tabelas, clique em Tabelas.

  3. Selecione uma ou mais tabelas e, em seguida, clique em Adicionar. Quando terminar de adicionar tabelas clique em Fechar.

  4. Arraste um campo (geralmente a chave primária) de uma tabela para o campo comum (a chave primária) na outra tabela. Para arrastar vários campos, prima a tecla Ctrl, clique em cada campo e, em seguida, arraste-os.

    É apresentada a caixa de diálogo Editar Relações.

    Caixa de diálogo Editar Relações

  5. Verifique se os nomes de campo apresentados são os campos comuns da relação. Caso um nome de campo esteja incorreto, clique no nome de campo e selecione o campo adequado a partir da lista.

  6. Para impor a integridade referencial desta relação, selecione a caixa Impor Integridade Referencial.

  7. Clique em Criar.

  8. Quando terminar na janela Relações, clique em Guardar para guardar as alterações do esquema da relação.

O Access desenha uma linha de relação entre as duas tabelas. Caso tenha selecionado a caixa de verificação Impor Integridade referencial, a linha aparece mais espessa em cada ponta. Para além disto, e novamente apenas de tiver selecionado a caixa de verificação Impor Integridade Referencial, o número 1 aparece sobre a parte mais espessa da linha de relação e o símbolo de infinito () é apresentado sobre a parte mais espessa no outro lado da linha.

Notas: 

  • Para criar uma relação um-para-um    Os dois campos comuns (geralmente os campos de chave primária e chave externa) têm de ter um índice exclusivo. Isto significa que a propriedade Indexado destes campos deve estar configurada para Sim (Sem Duplicados). Se os dois campos tiverem um índice exclusivo, o Access cria uma relação um-para-um.

  • Para criar uma relação de muitos-para-um    O campo de um lado (geralmente da chave primária) da relação tem de ter um índice exclusivo. Isto significa que a propriedade Indexado para este campo deve estar configurada para Sim (Sem Duplicado). O campo do lado de muitos não deve ter um índice exclusivo. Pode ter um índice, mas este tem de permitir duplicados. Isto significa que a propriedade Indexado deste campo deve estar definida para Não ou Sim (Duplicação Autorizada). Quando um campo possui um índice exclusivo e o outro não, o Access cria uma relação um-para-muitos.

Criar uma relação numa aplicação Web do Access

A janela Relações não está disponível numa aplicação Web do Access. Em vez de criar uma relação numa aplicação Web do Access, pode criar um campo de pesquisa que obtenha valores a partir de um campo relacionado noutra tabela. Por exemplo, digamos que possui uma tabela de Colaboradores e que pretende adicionar uma pesquisa à tabela Regiões para mostrar em que região trabalha cada colaborador.

Nota:  O campo que a sua pesquisa irá utilizar como origem dos valores tem de existir antes de criar o campo de pesquisa.

Eis como criar campos de pesquisa numa aplicação Web do Access:

  1. Abra a tabela onde pretende criar o novo campo de pesquisa ao clicar duas vezes na navegação. (Sugestão: poderá necessitar de clicar em Base > Painel de Navegação para visualizar as tabelas disponíveis.)

    No exemplo apresentado acima, clique na tabela Colaboradores.

  2. Clique na coluna Nome do Campo imediatamente abaixo do último campo na tabela e escreva um nome para o seu novo campo de pesquisa.

    No exemplo, escreva Região como nome do campo.

  3. Na coluna Tipo de Dados, clique na seta e selecione Pesquisa.

    Definir os tipos de dados de Pesquisa para um campo de pesquisa

    O Assistente de Pesquisas é iniciado.

  4. Na primeira página do Assistente de Pesquisas, selecione Pretendo que o campo de pesquisa obtenha os valores a partir de outra tabela ou consulta. Serão apresentadas mais opções na caixa de diálogo.

  5. Selecione o nome da tabela ou consulta que deve fornecer os valores para a sua pesquisa.

    No exemplo, selecione Tabela: Regiões.

    Opções a selecionar no Assistente de Pesquisas

    (Os nomes das tabelas nas imagens correspondem ao exemplo que estamos a utilizar.)

  6. Depois de selecionar a tabela, utilize a lista Qual o valor que pretende apresentar na sua pesquisa para selecionar o campo que pretende utilizar como o valor de apresentação no seu campo de pesquisa. Por predefinição, o Access seleciona o primeiro campo de texto que consegue encontrar na tabela selecionada.

    No exemplo, deve deixar o campo selecionado, Cargo, como o valor de apresentação.

  7. Caso pretenda, utilize a lista Pretende ordenar os itens na sua pesquisa para definir a ordenação.

  8. Em O que acontece quando um registo da tabela "Regiões" é eliminado, defina o tipo de relação que pretende entre as duas tabelas e se pretende impor a integridade referencial. (Nesta questão, o nome da tabela varia consoante a tabela que selecionar no passo 5.)

    As predefinições do Assistente de Pesquisas estão definidas para Impedir a eliminação caso hajam registos correspondentes na tabela "Colaboradores" porque é a opção mais segura na maioria dos casos. No exemplo, esta opção significa que não pode eliminar o valor da tabela Regiões se essa região estiver a ser utilizada nos registos da tabela Colaboradores. Por isso, se os registos dos colaboradores estiverem a utilizar uma região, como "Oeste" e se a tentar eliminar da tabela Regiões, o Access irá impedi-lo de o fazer. Neste caso, necessita de repor todos os registos dos colaboradores que utilizam esse valor para algo diferente antes de eliminar "Oeste" da tabela Regiões. A última opção poderá funcionar neste exemplo porque iria permitir que eliminasse "Oeste" da tabela Regiões. O valor da região seria removido automaticamente dos registos dos Colaboradores que estavam definidos para "Oeste", deixando o valor em branco. Escolher a segunda opção eliminará todos os registos dos colaboradores da tabela Colaboradores que têm "Oeste" definido como região. É denominado de eliminação em cascata e eliminará muito mais dados do que aqueles que pretende no exemplo. Tenha atenção ao selecionar essa opção.

Para saber tudo o que precisa sobre as relações, consulte o artigo Criar, editar ou eliminar uma relação.

Pretende saber apenas o básico sobre editar ou eliminar relações? Consulte os artigos seguintes:

Aumente os seus conhecimentos do Office
Explore as formações
Seja o primeiro a obter novas funcionalidades
Adira ao Office Insider

As informações foram úteis?

Obrigado pelos seus comentários!

Obrigado pelo seu feedback! Parece que poderá ser benéfico reencaminhá-lo para um dos nossos agentes de suporte do Office.

×