Cláusula IN

Nota: Queremos fornecer-lhe os conteúdos de ajuda mais recentes o mais rapidamente possível e no seu idioma. Esta página foi traduzida automaticamente e pode conter erros gramaticais ou imprecisões. O nosso objetivo é que estes conteúdos lhe sejam úteis. Pode informar-nos se as informações foram úteis no final desta página? Eis o artigo em inglês para referência.

Identifica as tabelas em qualquer base de dados externa, à qual o motor de base de dados do Microsoft Access pode ligar, como o dBASE, a base de dados Paradox ou uma base de dados externa do Microsoft Access.

Sintaxe

Para identificar uma tabela de destino:

[SELECIONE | Inserir] em destino
{caminho | ["path" "tipo"] | ["" [tipo; Base de dados = caminho]]}

Para identificar a tabela de origem:

A partir do em expressãodatabela
{caminho | ["path" "tipo"] | ["" [tipo; Base de dados = caminho]]}

Uma instrução SELECT que contenha uma cláusula IN tem as seguintes partes:

Parte

Descrição

destino

O nome da tabela externa na qual os dados são inseridos.

expressãodetabela

O nome da tabela ou tabelas a partir das quais os dados são obtidos. O argumento pode ser o nome de uma única tabela, de uma consulta guardada ou um composto resultante de INNER JOIN, LEFT JOIN ou RIGHT JOIN.

caminho

O caminho completo para o diretório ou ficheiro com a tabela.

tipo

O nome do tipo da base de dados utilizada para criar a tabela, caso a base de dados não seja do Microsoft Access (por exemplo dBASE III, dBASE IV, Paradox 3.x ou Paradox 4.x).

Observações

Pode utilizar o IN para se ligar só a uma base de dados de cada vez.

Em alguns casos, o argumento caminho refere-se ao diretório com os ficheiros da base de dados. Por exemplo, ao trabalhar com o dBASE, Microsoft FoxPro ou com as tabelas da base de dados Paradox, o argumento caminho especifica o diretório com os ficheiros .dbf ou .db. O nome de ficheiro de tabela deriva do argumento destino ou expressãodetabela.

Para especificar uma base de dados que não pertença ao Microsoft Access, acrescente um ponto e vírgula (;) ao nome e feche com aspas simples (') ou duplas ("). Por exemplo, tanto 'dBASE IV;' como "dBASE IV;" são aceitáveis.

Também pode utilizar a palavra reservada DATABASE para especificar a base de dados externa. Por exemplo, as seguintes linhas especificam a mesma tabela:

... A partir da tabela em "" [dBASE IV; BASE DE DADOS = C:\DBASE\DATA\SALES;];

... A partir da tabela em "C:\DBASE\DATA\SALES" "dBASE IV;"

Notas: 

  • Para um melhor desempenho e facilidade de utilização, utilize tabela ligada em vez de IN.

  • Também pode utilizar a palavra reservada IN como um operador de comparação numa expressão.


Aumente os seus conhecimentos do Office
Explore as formações
Seja o primeiro a obter novas funcionalidades
Adira ao Office Insider

As informações foram úteis?

Obrigado pelos seus comentários!

Obrigado pelo seu feedback! Parece que poderá ser benéfico reencaminhá-lo para um dos nossos agentes de suporte do Office.

×