Quando deve utilizar um gráfico SmartArt e quando deve utilizar um gráfico normal?

Um gráfico SmartArt é uma representação visual de informações e ideias, e um gráfico normal é uma ilustração visual de valores numéricos ou dados. Basicamente, os gráficos SmartArt foram estruturados para texto e os gráficos normais foram estruturados para números.

Utilize as informações abaixo para decidir quando deve utilizar um gráfico SmartArt e quando deve utilizar um gráfico.

Utilize um gráfico SmartArt quando pretender efectuar qualquer uma das seguintes operações:

  • Criar um organograma.

  • Mostrar uma hierarquia, tal como uma árvore de decisões.

  • Ilustrar passos ou fases num processo ou fluxo de trabalho.

  • Mostrar o fluxo de um processo, procedimento ou outro evento.

  • Listar informações.

  • Mostrar informações cíclicas ou repetitivas.

  • Mostrar uma relação entre partes, tal como conceitos que se sobrepõem.

  • Criar uma ilustração de matriz.

  • Mostrar informações proporcionais ou hierárquicas numa ilustração de pirâmide.

  • Criar uma ilustração rapidamente, escrevendo ou colando o texto e fazendo com que este seja automaticamente posicionado e disposto.

Para criar um gráfico SmartArt, consulte Criar um gráfico SmartArt. Para ajudar a decidir que esquema de gráfico SmartArt deve utilizar, consulte Escolher um gráfico SmartArt.

Utilize um gráfico normal quando pretender efectuar qualquer uma das seguintes operações:

  • Criar um gráfico de barras ou um gráfico de colunas.

  • Criar um gráfico de linhas ou de dispersão XY (ponto de dados).

  • Criar um gráfico de cotações, utilizar para ilustrar em gráfico os diversos preços de cotações.

  • Criar um gráfico de superfície, anel, bolhas ou radar.

  • Ligar a dados dinâmicos num livro do Microsoft Excel.

  • Actualizar automaticamente o gráfico quando forem actualizados números num livro do Microsoft Excel.

  • Utilizar cálculos de hipóteses e pretender alterar números e ver as alterações automática e imediatamente reflectidas no gráfico.

  • Adicionar automaticamente legendas ou linhas de grelha baseadas nos dados.

  • Utilizar funcionalidade específica de gráficos, tal como barras de erros ou etiquetas de dados.

Para criar um gráfico normal, consulte Criar um gráfico do princípio ao fim. Para ajudar a decidir que tipo de gráfico normal deve utilizar, consulte Tipos de gráfico disponíveis.

As informações foram úteis?

Ótimo! Tem mais feedback?

Como podemos melhorá-lo?

Obrigado pelos seus comentários!

×