Criar fórmulas para cálculos no Power Pivot

Importante:  Este artigo foi traduzido por um sistema de tradução automática, leia o aviso de isenção de responsabilidade. Para sua referência, veja a versão em inglês deste artigo aqui.

Neste artigo, veremos as Noções básicas de criação de fórmulas de cálculo para ambos colunas calculadas e medidas em Power Pivot. Se você estiver começando a usar o DAX, certifique-se de fazer check-out início rápido: Aprenda os fundamentos de DAX em 30 minutos.

Fundamentos de fórmula

Power Pivot fornece Expressões de análise de dados (DAX) para criar cálculos personalizados em tabelas do Power Pivot e em Tabelas dinâmicas do Excel. O DAX inclui algumas das funções usadas em fórmulas do Excel, além de funções adicionais projetadas para funcionar com dados relacionais e desempenhar agregação dinâmica.

Veja a seguir mostra algumas fórmulas básicas que podem ser usadas em uma coluna calculada:

Fórmula

Descrição

=TODAY()

Insere a data de hoje em cada linha da coluna.

=3

Insere o valor 3 em cada linha da coluna.

=[Column1] + [Column2]

Adiciona os valores na mesma linha de [Column1] e [Column2], e coloca os resultados na mesma linha da coluna calculada.

É possível criar fórmulas do Power Pivot para colunas calculadas  da mesma forma que você cria fórmulas no Microsoft Excel.

Use as seguintes etapas ao criar uma fórmula:

  • Cada fórmula deve começar com um sinal de igual.

  • É possível digitar ou selecionar um nome de função ou digitar uma expressão.

  • Comece digitando as primeiras letras da função ou do nome desejado; o recurso Preenchimento Automático exibirá uma lista das funções, tabelas e colunas disponíveis. Pressione TAB para adicionar um item da lista Preenchimento Automático à fórmula.

  • Clique no botão Fx para exibir uma lista das funções disponíveis. Para selecionar uma função na lista suspensa, use as teclas de direção para realçar o item e clique em Ok para adicionar a função à fórmula.

  • Forneça os argumentos à função selecionando-os em uma lista suspensa de possíveis tabelas e colunas, ou digitando valores ou outra função.

  • Verifique se há erros de sintaxe: verifique se todos os parênteses estão fechados, e se colunas, tabelas e valores estão referenciados corretamente.

  • Pressione ENTER para aceitar a fórmula.

Observação: Em uma coluna calculada, assim que você aceita a fórmula, a coluna é preenchida com valores. Em uma medida, pressionando ENTER salva a definição de medida.

Crie uma fórmula simples

Para criar uma coluna calculada com uma fórmula simples

SalesDate

Subcategoria

Produto

Vendas

Quantidade

5/1/2009

Acessórios

Maleta

254995

68

5/1/2009

Acessórios

Minicarregador de Bateria

1099,56

44

5/1/2009

Digital

Digital Fino

6512

44

6/1/2009

Acessórios

Lente de Conversão Telefoto

1662,5

18

6/1/2009

Acessórios

Tripé

938,34

18

6/1/2009

Acessórios

Cabo USB

1230,25

26

  1. Selecione e copie dados da tabela acima, inclusive os títulos da tabela.

  2. Em Power Pivot, clique em Página inicial> Colar.

  3. Na caixa de diálogo Visualização de Colagem, clique em OK.

  4. Clique em Design > colunas > Adicionar.

  5. Na barra de fórmulas acima da tabela, digite a fórmula a seguir.

    = [Vendas] / [Quantidade]

  6. Pressione ENTER para aceitar a fórmula.

Os valores são preenchidos na nova coluna calculada para todas as linhas.

Dicas para usar o Preenchimento Automático

  • É possível usar a opção Preenchimento Automático Fórmula no meio de uma fórmula existente com funções aninhadas. O texto imediatamente antes do ponto de inserção é usado para exibir valores na lista suspensa, e todo o texto depois do ponto de inserção permanece inalterado.

  • Power Pivot não adiciona parênteses de fechamento das funções, nem faz correspondência automática de parênteses. Verifique se a sintaxe de cada função está correta ou não será possível salvar ou usar a fórmula.  Power Pivot realça os parênteses, o que torna mais fácil verificar se eles foram fechados corretamente.

Trabalhando com tabelas e colunas

As tabelas do Power Pivot são semelhantes às tabelas do Excel, mas diferem quanto à forma de trabalhar com dados e fórmulas:

  • As fórmulas no Power Pivot só funcionam com tabelas e colunas e não com células individuais, referências de intervalos ou matrizes.

  • As fórmulas podem usar relações para obter valores de tabelas relacionadas. Os valores recuperados sempre estão relacionados ao valor da linha atual.

  • Não é possível colar fórmulas do Power Pivot em uma planilha do Excel e vice-versa.

  • Não é possível ter dados irregulares ou com “imperfeição”, como é possível em uma planilha do Excel. Cada linha de uma tabela deve conter o mesmo número de colunas. No entanto, é possível ter valores vazios em algumas colunas. As tabelas de dados do Excel e do Power Pivot não são intercambiáveis, mas é possível vincular a tabelas do Excel a partir do Power Pivot e colar dados do Excel no Power Pivot. Para saber mais, consulte Adicionar dados de planilha a um modelo de dados usando uma tabela vinculada e  Copiar e colar linhas em um modelo de dados no Power Pivot.

Referenciando tabelas e colunas em fórmulas e expressões

É possível referenciar qualquer tabela e coluna usando seu nome. Por exemplo, a seguinte fórmula ilustra como referenciar colunas de duas tabelas usando o nome totalmente qualificado:

= Soma (' Novo Sales'[Amount]) + SUM('Past Sales'[Amount])

Quando uma fórmula é avaliada, o Power Pivot verifica primeiro a sintaxe geral e, em seguida, os nomes das colunas e tabelas fornecidos para possíveis colunas e tabelas no contexto atual. Se o nome for ambíguo ou se a coluna ou tabela não puder ser encontrada, você obterá um erro na fórmula (uma sequência de #ERROR em vez de um valor de dados nas células onde o erro ocorre). Para saber mais sobre requisitos de nomenclatura para tabelas, colunas e outros objetos, consulte "Requisitos de nomenclatura em Especificação de Sintaxe de DAX para Power Pivot”.

Observação: O contexto é um recurso importante dos modelos de dados do Power Pivot que permite criar fórmulas dinâmicas. O contexto é determinado pelas tabelas no modelo de dados, pelas relações entre as tabelas e por quaisquer filtros aplicados. Para saber mais, consulte Contexto em fórmulas DAX.

Relações de tabela

As tabelas podem ser relacionadas a outras tabelas. Ao criar relações, você ganha a capacidade de procurar dados em outra tabela e usar valores relacionados para executar cálculos complexos. Por exemplo, é possível usar uma coluna calculada para procurar todos os registros de envio relacionados ao revendedor atual e, em seguida, à soma dos custos de envio de cada. O efeito é como o de uma consulta parametrizada: é possível calcular uma soma diferente para cada linha na tabela atual.

Muitas funções DAX exigem uma relação existente entre as tabelas, ou entre várias tabelas, para localizar as colunas que você referenciou e retornar resultados que tenham sentido. Outras funções tentarão identificar a relação; no entanto, tendo em vista melhores resultados, você sempre deverá criar uma relação quando possível.

Quando você trabalha com Tabelas Dinâmicas, é especialmente importante conectar todas as tabelas usadas na Tabela Dinâmica de forma que os dados resumidos possam ser calculados corretamente. Para obter mais informações, consulte Trabalhar com relações em Tabelas Dinâmicas.

Solucionando problemas de erros em fórmulas

Se você obtiver um erro ao definir uma coluna calculada, talvez a fórmula contenha um erro sintático ou um erro semântico.

Erros sintáticos são os mais fáceis de resolver. Em geral, eles envolvem a falta de um parêntese ou de uma vírgula. Para obter ajuda na sintaxe de funções individuais, consulte Referência de função DAX.

O outro tipo de erro ocorre quando a sintaxe está correta, mas o valor ou a coluna referenciada não faz sentido no contexto da fórmula. Esses erros semânticos podem ser causados por um dos seguintes problemas:

  • A fórmula se refere a uma coluna, tabela ou função não existente.

  • A fórmula parece estar correta, mas quando o Power Pivot busca os dados, ele encontra uma incompatibilidade de tipos e gera um erro.

  • A fórmula passa um número ou tipo de parâmetros incorreto a uma função.

  • A fórmula referencia uma coluna diferente que tem o erro e, por isso, os valores são inválidos.

  • A fórmula referencia uma coluna que não foi processada. Isso poderá acontecer se você tiver alterado a pasta de trabalho para o modo manual, tiver feito alterações, mas nunca atualizado os dados nem os cálculos.

Nos quatro primeiros casos, o DAX sinaliza a coluna inteira que contém a fórmula inválida. No último caso, a DAX torna a coluna indisponível para indicar que ela está em um estado não processado.

Observação: Aviso de Isenção de Tradução Automática: Este artigo foi traduzido por computador, sem intervenção humana. A Microsoft oferece essas traduções automáticas para ajudar as pessoas que não falam inglês a aproveitar os textos escritos sobre produtos, serviços e tecnologias da Microsoft. Como este artigo foi traduzido automaticamente, é possível que contenha erros de vocabulário, sintaxe ou gramática.

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×