Relações de uso

Criar relações um para um

Seu navegador não oferece suporte a vídeo. Instale o Microsoft Silverlight, o Adobe Flash Player ou o Internet Explorer 9.

O que é uma relação um para um?

Elas são frequentemente usadas para indicar relações essenciais para que você possa obter os dados necessários para administrar sua empresa.

Uma relação um para um é um vínculo entre as informações em duas tabelas, onde cada registro em cada tabela só aparece uma vez. Por exemplo, pode haver uma relação um para um entre os funcionários e os carros que eles dirigem. Cada funcionário aparece apenas uma vez na tabela Funcionários e cada carro aparece apenas uma vez na tabela Carros da empresa.

Você deverá usar relações um para um se tiver uma tabela que contém uma lista de itens, mas as informações específicas que você deseja capturar sobre elas variam por tipo. Por exemplo, você pode ter uma tabela de contatos na qual algumas pessoas são funcionários e outras são subcontratados. Para os funcionários, você deseja saber o número de funcionário deles, o ramal e outras informações importantes. Para subcontratados, você deseja saber o nome da empresa deles, o número de telefone e tarifa paga, dentre outras coisas. Nesse caso, você deve criar três tabelas separadas – Contatos, Funcionários e Subcontratados – e criaria uma relação um para um entre as tabelas Contatos e Funcionários, e uma relação um para um entre as tabelas Contatos e Subcontratados.

Criar relações um para um

Você cria relações um para um vinculando o índice (geralmente a chave primária) em uma tabela e um índice em outra tabela que compartilha o mesmo valor. Por exemplo:

Trecho de tela mostrando duas tabelas que compartilham uma ID
A ID do Carro aparece em ambas as tabelas, mas está listada somente uma vez em cada uma.

Muitas vezes, a melhor maneira de criar essa relação é fazer a tabela secundária pesquisar um valor da primeira tabela. Por exemplo, transforme o campo ID do Carro na tabela Funcionários em um campo de pesquisa que procura um valor no índice ID do Carro da tabela Carros da empresa. Dessa forma, você nunca acidentalmente adiciona a ID de um carro que realmente não existe.

Importante : Quando você cria uma relação um para um, decida com cuidado se deseja impor a integridade referencial de dados à relação.

A integridade referencial ajuda o Access a manter seus dados limpos por meio da exclusão dos registros relacionados. Por exemplo, se você excluir um funcionário da tabela Funcionários, também excluirá os registros de benefícios daquele funcionário da tabela Benefícios. Mas, em algumas relações, como neste exemplo, a integridade referencial não faz sentido: se excluirmos um funcionário, não desejaremos que o veículo seja excluído da tabela Carros da empresa, porque o carro continuará a pertencer à empresa e será atribuído a outra pessoa.

Etapas da criação de uma relação um para um

Crie a relação um para um adicionando um campo de pesquisa a uma tabela. (Para saber como fazer isso, veja Criar tabelas e definir tipos de dados). Por exemplo, para indicar qual carro foi atribuído a um funcionário específico, você poderá adicionar a ID do Carro na tabela Funcionários. Em seguida, para criar a relação entre os dois campos, use o Assistente de Pesquisa:

  1. Abra uma tabela.

  2. No Modo Design, adicione um novo campo, selecione o valor Tipo de Dados e selecione Assistente de Pesquisa.

  3. No assistente, como o padrão é definido para procurar valores de outra tabela, selecione Avançar.

  4. Selecione a tabela que contém a chave (geralmente uma chave primária) que você deseja incluir nesta tabela e selecione Avançar. No nosso exemplo, você deve selecionar a tabela Carros da empresa.

  5. Na lista Campos Selecionados, adicione o campo que contém a chave que você deseja usar. Selecione Avançar.

    Trecho de tela do Assistente de Pesquisa
  6. Defina uma ordem de classificação e, se preferir, altere a largura do campo.

  7. Na tela final, desmarque a caixa de seleção Habilitar Integridade de Dados e selecione Concluir.

Quer mais?

Introdução às relações de tabelas

Criar uma relação

Excluir uma relação

Treinamento do Excel

Treinamento do Outlook

Em um banco de dados relacional existe uma relação um para um quando um único registro de uma tabela está relacionado a um único registro de outra tabela.

Embora esse tipo de relação não seja tão usado quanto as relações um-para-muitos ou muitos-para-muitos, ainda é bom saber como isso é feito.

Vamos examinar as etapas para criar essa relação.

Neste exemplo, temos uma tabela de banco de dados para a frota de carros da empresa e outra para os funcionários que os conduzem.

Você pode ver que a empresa usa um único tipo de carro, então para identificar quem dirige cada carro é preciso usar o campo com o número de licenciamento.

Nesta demonstração, vamos imaginar que cada funcionário está atribuído a um único carro. Mas antes de começar, vamos discutir um novo termo: "índices".

O Access indexa os campos dos bancos de dados e os usa para localizar informações rapidamente, assim como usamos os índices de livros.

Os índices estão ativados por padrão, mas você pode alterar o comportamento deles ou desativá-los.

Isso é importante porque, para criar uma relação um para um, você primeiro cria uma relação um para muitos e depois altera os índices dos campos-chave de ambas as tabelas.

Vamos começar criando o relacionamento com a ajuda do Assistente de Pesquisa.

Recebemos valores de outra tabela: Carros da Empresa.

Queremos usar o campo Número da Placa, mas não vamos nos preocupar com a ordem de classificação porque estamos trabalhando com uma quantidade pequena de valores.

Vamos ocultar a coluna de chaves e chamar o campo Carro da empresa.

Neste caso, NÃO ativamos a integridade referencial (essa provavelmente é a única vez que fazemos isso). Dessa forma, se excluirmos um funcionário, não excluímos um carro por acidente.

Selecione Concluir. Agora temos uma chave estrangeira e uma maneira fácil de selecionar os números da placa.

Em seguida, verifique se o campo está selecionado. Selecione Campos, Indexado e Exclusivo.

Agora, vá para a tabela Carros da Empresa e verifique se a chave primária está selecionada. Você pode ver que ela também está indexada e exclusiva, porque é um campo de Numeração Automática, então já terminamos essa parte.

Se você estiver no Modo Design poderá ver a propriedade indexada aqui no painel Propriedades do Campo.

Se você abrir a lista da propriedade, verá três valores. Você pode usar dois desses valores na relação um para um: Não ou Sim (sem duplicatas).

Agora você criou uma relação um para um no seu banco de dados.

Se examinarmos o painel Relações você verá que a relação é exibida apenas como uma linha simples, sem o 1 ou o símbolo do infinito que indicam as relações um para muitos ou muitos para muitos.

Veja que este banco de dados agora tem todos os três tipos de relações.

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×