Suporte a NAT com o Office 365

Resumo:    Fornece detalhes sobre como aproximar o número correto de clientes que você pode usar por endereço IP em sua organização usando a Conversão de Endereços de Rede (NAT).

Anteriormente, as diretrizes sugeriam que o número máximo de clientes do Exchange você deveria usar por endereço IP para se conectar ao Office 365 era 2.000 clientes por porta de rede.

Por que usar NAT?

Ao usar NAT, milhares de pessoas em uma rede corporativa podem "compartilhar" alguns endereços IP roteáveis publicamente.

A maioria das redes corporativas usam espaço de endereço IP particular (RFC1918). O espaço de endereço particular é alocado pela IANA (Autoridade para Atribuição de Números da Internet) e destina-se unicamente para redes que não encaminham diretamente para e da Internet global.

Para fornecer acesso à Internet para dispositivos em um espaço de endereço IP particular, as organizações usam tecnologias de gateway, como firewalls e proxies, que fornecem serviços de conversão de endereços de rede (NAT) ou de conversão de endereço de porta (PAT). Esses gateways fazem o tráfego de dispositivos internos para a Internet (incluindo Office 365) parecerem estar vindo de um ou mais endereços IP roteáveis publicamente. Cada conexão de saída de um dispositivo interno é convertido em uma porta TCP de origem diferente no endereço IP público.

Por que você precisa ter tantas conexões abertas para o Office 365 ao mesmo tempo?

O Outlook pode abrir oito ou mais conexões (em situações em que há suplementos, calendários compartilhados, caixas de correio etc.). Como há um máximo de 64.000 portas disponíveis em um dispositivo NAT baseado no Windows, pode haver no máximo 8.000 usuários por trás de um endereço IP antes de as portas se esgotarem. Observe que, se os clientes estiverem usando dispositivos não baseados no sistema operacional Windows para NAT, o número total de portas disponíveis depende de qual dispositivo NAT ou software está sendo usado. Nesse cenário, o número máximo de portas pode ser menor que 64.000. A disponibilidade de portas também é afetada por outros fatores como o Windows restringindo 4.000 portas para seu uso próprio, o que reduz o número total de portas disponíveis para 60.000. Pode haver outros aplicativos, como o Internet Explorer, que pode se conectar ao mesmo tempo, exigindo portas adicionais.

Calcular a quantidade máxima de dispositivos compatíveis por trás de um endereço IP público com o Office 365

Para determinar o número máximo de dispositivos por trás de um único endereço IP público, você deverá monitorar o tráfego de rede para determinar o consumo máximo de portas por cliente. Além disso, um fator de pico deve ser usado para o uso de portas (mínimo de 4). Você pode usar a seguinte fórmula para calcular a quantidade suportada de dispositivos por endereço IP:

Número máximo de dispositivos com suporte por trás de um único endereço IP público = (64.000 – portas restritas) / (consumo máximo de portas + fator de pico)

Por exemplo, se 4.000 portas ficaram restritas para uso pelo Windows e 6 portas eram necessárias por dispositivo com um fator de pico de 4:

Número máximo de dispositivos com suporte por trás de um endereço IP público = (64.000 – 4.000)/(6 + 4)= 6.000

Com o lançamento do pacote de hospedagem do Office 365, incluído nas atualizações de setembro de 2011 para o Microsoft Office Outlook 2007 ou novembro de 2011 para o Microsoft Outlook 2010, ou uma atualização mais recente, o número de conexões do Outlook (Office Outlook 2007 com Service Pack 2 e Outlook 2010) para o Exchange pode ser apenas 2.

Se você quiser dar suporte a mais de 2.000 dispositivos por trás de um único endereço IP público, siga as etapas descritas para avaliar o número máximo de dispositivos que podem ser suportados:

Monitorar o tráfego de rede para determinar o consumo máximo de portas por cliente. Você deve coletar esses dados:

  • De vários locais

  • De vários dispositivos

  • Em várias vezes

Use a fórmula anterior para calcular o máximo de usuários por endereço IP que podem ser suportados no ambiente.

Há vários métodos para distribuir a carga do cliente em outros endereços IP públicos. As estratégias disponíveis dependem dos recursos da solução de gateway corporativa. A solução mais simples é segmentar seu espaço de endereço do usuário e "atribuir" estaticamente um número de endereços IP para cada gateway. Outra alternativa que muitos dispositivos de gateway oferecem é a capacidade de usar um pool de endereços IP. A vantagem do pool de endereços é que ele é muito mais dinâmico e menos provável de exigir ajustes quando aumentar a base de usuários.

Consulte Também

Gerenciar pontos de extremidade do Office 365

Solucionar problemas de conectividade do Office 365

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×