Suplemento de privacidade do Microsoft Lync Server 2013

Última atualização: fevereiro de 2013

Sumário

Arquivamento

Feed de Atividades

Serviço de Catálogo de Endereços

Controle de Admissão de Chamadas

Coleta e Relatório de Dados de Registros de Detalhes de Chamadas (CDR)

Delegação de Chamadas

ID do Chamador

Nome de Exibição da Parte Chamadora

Log do Lado do Cliente

Serviços de Emergência

Infraestrutura de Localização

Lync Web App Server

Aspectos de Localização para Bypass de Mídia

Anexos de Reuniões

Transferência de Arquivos Ponto a Ponto

Chat de Grupo Persistente

Imagem Pessoal

Autenticação por PIN

Votação

Colaboração no PowerPoint

Presença e Informações de Contato

Modo de Privacidade

Linha Privada

Coleta e Relatório de Dados de Qualidade da Experiência (QoE)

Controle de Acesso Baseado em Função

Gravação

Serviço de Grupo de Resposta - Anonimato do Agente

Logs no Lado do Servidor

Relatório de Erro de Entrada

Pesquisa de Habilidades

Corte Inteligente

Repositório de Contatos Unificado

Melhorias na Qualidade de Voz

Colaboração de Quadro de Comunicações

Esta página é um suplemento da Política de Privacidade de Produtos Microsoft Lync. Para compreender as práticas de coleta e uso de dados relevantes a um produto ou serviço específico do Microsoft Lync, convém ler a política de Privacidade de produtos Microsoft Lync e este suplemento.

Este suplemento de privacidade trata da implantação e do uso do software de comunicação Microsoft Lync 2013 implantado na sua empresa. Se a sua empresa estiver usando o Lync Server como parte de um serviço ou solução online, em outras palavras, se um terceiro (por exemplo, a Microsoft) estiver hospedando os servidores nos quais esse software é executado, as informações serão transferidas para esse terceiro. Para saber mais sobre o uso dos dados transferidos para esse terceiro, consulte o administrador da empresa ou o provedor de serviços.

Arquivamento

Qual é a função desse recurso: o arquivamento fornece a organizações sujeitas a exigências de retenção com base em requisitos regulamentares ou do setor, ou que possuem suas próprias exigências organizacionais de retenção, uma maneira de arquivar certos dados de uso e comunicações relacionadas do Lync de forma a sustentar essas exigências.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: o arquivamento armazena o conteúdo de mensagens instantâneas ponto a ponto e entre vários participantes, além de conteúdo de conferências, incluindo conteúdo carregado (por exemplo, apostilas) e conteúdo relacionado a eventos (por exemplo, ingressar, sair, carregar, compartilhar e mudar a visibilidade), em um servidor configurado pelo administrador da empresa. Não é possível arquivar transferências de arquivo ponto a ponto, áudio/vídeo para conversas ponto a ponto, compartilhamentos de aplicativos durante conversas ponto a ponto, anotações de conferência e votações. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: permite que uma organização arquive conteúdo para cumprir exigências de retenção organizacionais, regulamentares ou do setor.

Escolha/controle: o arquivamento está desativado por padrão. Não há controles em nível do usuário para esse recurso. O administrador da empresa é responsável pelo seu gerenciamento.

  • Na página Configurações de Monitoramento e Arquivamento, atualize a Política de Arquivamento e a Configuração de Arquivamento.

Para habilitar a integração com o Exchange:

  • Na página Configurações de Monitoramento e Arquivamento, atualize a Configuração de Arquivamento.

Observação : Depois que a integração com o Exchange estiver habilitada, os usuários hospedados no Microsoft Exchange Server 2010 ou posterior deverão ser gerenciados a partir do Painel de Controle do Exchange.

Feed de Atividades

Qual é a função desse recurso: : o Feed de Atividades permite que os usuários finais vejam as "atualizações sociais" dos seus contatos na lista de Contatos. Como ele, esses usuários podem mostrar para os outros usuários suas anotações pessoais mais recentes, mudanças de imagem e mudanças no cargo ou no local do escritório.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: os usuários finais publicarão, através de presença, as seguintes informações no Microsoft Lync 2013:

  • O horário de atualização de sua imagem corporativa (do diretório corporativo da sua empresa, como os Serviços de Domínio Active Diretory)

  • Uma imagem da web (que o usuário final carrega e quer que outros vejam) com o horário da atualização

  • O horário de alteração do seu cargo corporativo e o nome do cargo (do diretório corporativo)

  • O horário de alteração do local de trabalho corporativo e o nome do local de trabalho (do diretório corporativo)

  • Um histórico das últimas várias anotações pessoais que você postou

  • Sua anotação de Ausência Temporária do Microsoft Exchange Server

Nenhuma das informações é enviada à Microsoft.

Uso de informações : essas informações serão compartilhadas com contatos na lista de Contatos do usuário final que estejam vendo seu feed de atividades e estejam nas seguintes relações de privacidade: Família e Amigos, Grupo de Trabalho, Colegas ou Contatos Externos.

Escolha/controle : o administrador da empresa pode definir a configuração interna PersonalNoteHistoryDepth, que controla quantas anotações pessoais do usuário final serão mantidas. Se configurado como 0, nenhum histórico de anotações será mantido, e somente a anotação atual será armazenada (como em versões anteriores). Cada usuário final também terá a capacidade de não publicar nada no seu Feed de Atividades, marcando a configuração apropriada na caixa de diálogo de opções do seu cliente Lync.

Serviço de Catálogo de Endereços

Qual é a função desse recurso: o Serviço de Catálogo de Endereços permite que os clientes do Lync Server (como o Lync 2013) e os clientes de desktop mais recentes, o Lync para dispositivos, procurem contatos.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: o usuário final fornece uma cadeia de caracteres de pesquisa que é então usada para procurar uma correspondência no banco de dados do Catálogo de Endereços ou em arquivos de download do Catálogo de Endereços. Qualquer registro correspondente encontrado para uma determinada cadeia de caracteres de pesquisa é retornado ao cliente.

Uso de informações: as informações na cadeia de caracteres de pesquisa serão usadas para procurar registros correspondentes.

Escolha/controle: o Serviço de Catálogo de Endereços está habilitado por padrão. Não há opção para desabilitar esse serviço.

Controle de Admissão de Chamadas

O que esse recurso faz: o Controle de Admissão de Chamadas permite que administradores de empresa controlem a quantidade de tráfego de áudio/vídeo do Lync Server no link WAN.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: o Controle de Admissão de Chamadas coleta, processa e recebe os endereços IP do chamador e da parte chamada, as informações de localização do ponto de extremidade (dentro e fora da rede da empresa) de ambos os lados e se a chamada é federada. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso de informações: o administrador da empresa pode usar essas informações para administrar o uso da empresa de um link WAN em particular para chamadas de áudio/vídeo do Lync Server.

Escolha/controle: o Controle de Admissão de Chamadas está desativado por padrão e pode ser ativado por um administrador da empresa através da página Configuração de Rede do Painel de Controle do Lync Server e atualizando a Política global para habilitar o gerenciamento de largura de banda.

Observação : Serviços de emergência podem ser afetados por políticas de Controle de Admissão de Chamadas (ou seja, esses serviços podem ser roteados para o tronco errado).

Coleta e Relatório de Dados de Registros de Detalhes de Chamadas (CDR)

Qual é a função desse recurso: o recurso de Coleta e Relatório de Dados de Registros de Detalhes de Chamadas (CDR) coleta e informa detalhes de registros, comunicações ponto a ponto e reuniões que ocorreram com o uso do Lync Server.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: se esse recurso estiver habilitado, os dados de todos os registros, comunicações e reuniões ponto a ponto serão gravados em um banco de dados de CDR. O conteúdo não é gravado. Os dados de CDR são armazenados no banco de dados do Servidor de Monitoramento implantado na empresa e registrados em um conjunto de relatórios padrão do Servidor de Monitoramento. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações : os dados de CDR podem ser usados para revisar o histórico de registros, comunicações ponto a ponto e reuniões que aconteceram na organização.

Escolha/controle: o CDR está ativado por padrão, mas o administrador da empresa deve instalar um Servidor de Monitoramento, conectado a um banco de dados back-end de Servidor de Monitoramento, para coletar os dados de CDR. Esse administrador pode implantar os relatórios padrão do Servidor de Monitoramento ou pode criar relatórios personalizados que consultam o banco de dados do Servidor de Monitoramento.

Delegação de Chamadas

Qual é a função desse recurso: a Delegação de Chamadas permite que os usuários atribuam um ou mais indivíduos (representantes) para fazer ou receber chamadas e configurar ou ingressar em reuniões no lugar desses usuários.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: durante a atribuição de representantes, suas informações de contato devem ser fornecidas pelo usuário no decorrer do processo de configuração. Os usuários a serem configurados como representantes receberão uma notificação informando que alguém na empresa os designou como representantes. Quando os representantes atenderem a uma chamada em nome das pessoas que lhe designaram essa função, essas pessoas receberão uma notificação por email informando sobre o evento. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: o Lync usa as informações de contato do representante para permitir que este faça ou receba chamadas e agende ou ingresse em reuniões no lugar da pessoa que ele representa.

Escolha/controle: a Delegação de Chamadas está desativada por padrão. O administrador da empresa pode habilitar e desabilitar a Delegação de Chamadas na organização definindo EnableDelegation como True.

Observação : Administradores da empresa podem configurar a sincronização de Representantes no Calendário do Exchange com o Lync Server 2010 ou posterior. Quando habilitados, os Representantes no Calendário do Exchange com as permissões apropriadas (iguais ou superiores às permissões de Autor não Editor) serão automaticamente adicionados como representantes no Lync. Porém, isso não muda as configurações de Encaminhamento de Chamadass.

ID do Chamador

Qual é a função desse recurso: a ID do Chamador controla o número de telefone que é exibido à parte chamada. O administrador da empresa pode optar por suprimir a ID do chamador fornecendo um número alternativo que será exibido como a ID do chamador para todas as chamadas de saída da organização ou para um conjunto específico de números. Por exemplo, o administrador pode configurar a ID do Chamador de forma que o número genérico da empresa seja exibido no lugar do número comercial pessoal do usuário.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: o número de telefone do usuário ou o número de telefone configurado como alternativa. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: ao se fazer uma chamada, o número de telefone do usuário, ou um número alternativo (se configurado) é exibido para o destinatário da chamada.

Escolha/controle : a opção Suprimir ID de Chamadas pode ser marcada ou desmarcada na página Rota do Painel de Controle do Lync Server. Se a opção Suprimir ID de Chamadas não estiver marcado, o número de telefone do chamador será exibido. Se a opção Suprimir ID de Chamadas estiver marcada, um número alternativo deverá ser fornecido e será exibido à parte chamada.

Nome de Exibição da Parte Chamadora

Qual é a função desse recurso: este Nome de Exibição contém o nome do usuário final armazenado no repositório local do Lync Server (Serviço de Catálogo de Endereços). Para chamadas de saída dos usuários finais no Lync Server para a PSTN (Rede Telefônica Pública Comutada), esse recurso envia qualquer informação de Nome de Exibição para o gateway PSTN/IP-PBX/controlador de borda de sessão de saída.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: para chamadas de saída da rede do Lync Server, o Nome de Exibição será enviado ao gateway PSTN/IP-PBX/controlador de borda de sessão de saída se não houver restrições de privacidade no Lync Server para o fornecimento dessas informações. Essas informações podem então ser exibidas para a parte de destino da chamada.

Uso das informações : as informações são usadas para que a parte chamada tenha o nome da parte chamadora exibido junto com seu número de telefone. Isso não deve ser considerado definitivo.

Escolha/controle: no momento, não há controles no Lync Server para definir restrições de privacidade para o fornecimento de informações de Nome de Exibição. O Nome de Exibição é sempre transmitido do servidor. Determinados gateway PSTN/IP-PBX/Controladores de Borda de Sessão podem ter a capacidade de filtrar ou substituir informações de Nome de Exibição por direção da chamada (entrada, saída).

Log do Lado do Cliente

Qual é a função deste recurso: o log no lado do cliente coleta informações que a equipe de suporte de segundo nível pode usar para determinar a causa de um problema. Logs no Lado do Cliente são armazenados localmente no computador do usuário.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: quando o Log no Lado do Cliente estiver habilitado, informações de uso específicas serão registradas e armazenadas no computador do usuário. Exemplos de informações registradas em logs no lado do cliente incluem temas e locais de reunião, mensagens via protocolo SIP, respostas a convites do Lync, informações sobre o remetente e o destinatário de mensagens instantâneas, a rota seguida pela mensagem, informações de presença e lista de Contatos dos usuários, nomes de aplicativos, anexos, arquivos do Microsoft PowerPoint, quadros de comunicações ou votações compartilhadas para a inclusão de perguntas e um índice das opções de votação. O conteúdo de conversas do Lync não é armazenado (mensagens instantâneas, conjuntos de slides do PowerPoint, conteúdo de quadros de comunicação, anotações, detalhes de votações, etc.) em logs no lado do cliente. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: as informações coletadas em logs no lado do cliente podem ser usadas pela equipe de suporte ao cliente do usuário ou podem ser enviadas à Microsoft para a solução de problemas com o Lync.

Escolha/controle: os Logs no Lado do Cliente estão desativados por padrão. O administrador da empresa pode habilitar ou desabilitar esse recurso na empresa definindo ucEnableUserLogging como 1.

Serviços de Emergência

Qual é a função desse recurso: quando disponibilizados pelo administrador da empresa, Serviços de Emergência permitem que o Lync transmita uma localização para um provedor de serviços de roteamento selecionado pelo cliente. Por sua vez, esse provedor transmitirá a localização para os socorristas quando um número de serviço de emergência for discado (como 911 nos Estados Unidos). Quando esse recurso está habilitado, as informações de localização transmitidas para as equipes de serviços de emergência correspondem à localização que o administrador da empresa atribuiu para cada usuário (por exemplo, número do edifício e escritório) e inseriu no banco de dados de localização, ou, na falta deste, que os usuários podem ter inserido manualmente no campo Localização. Se um usuário discar para um serviço de emergência usando o Lync através de uma conexão sem fio com a Internet, embora ele ainda esteja no local de trabalho, as informações de localização transmitidas aos socorristas serão meramente uma aproximação com base na localização atribuída ao ponto de extremidade sem fio com o qual o computador dele está se comunicando. Além disso, as informações de localização desse ponto de extremidade sem fio são inseridas manualmente pelo administrador da empresa e, portanto, as informações de localização transmitidas às equipes de serviços de emergência talvez não correspondam à localização física real do usuário. Para ser totalmente funcional, esse recurso requer que a empresa mantenha um serviço de roteamento fornecido por provedores de solução certificados. Além disso, o serviço só está disponível nos Estados Unidos.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: as informações de localização obtidas pelo Lync são determinadas por meio das informações de localização automática populadas pelo Servidor de Informações de Localização ou por meio das informações de localização manualmente inseridas pelo usuário no campo Localização. Como essas informações são armazenadas na memória do computador do usuário, quando um número de serviço de emergência é inserido, elas são transmitidas junto com a chamada para fins de roteamento para o provedor de serviços de emergência apropriado e para fornecer a localização aproximada. A localização também pode ser enviada via mensagem instantânea para uma central de segurança local. Para chamadas de emergência, o registro detalhado da chamada conterá as informações de localização. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: a localização é usada para rotear a chamada até o provedor de serviços de emergência apropriado e providenciar socorristas. Essas informações também podem ser enviadas para a central de suporte de segurança da empresa como uma notificação com a localização do chamador e informações de retorno de chamada.

Escolha/controle: esse recurso está desativado por padrão. Cabe ao administrador da empresa habilitá-lo.

Desabilitado:

Os Serviços de Emergência são desabilitados por padrão. Se habilitado pelo administrador da empresa, a Política de Local pode ser modificada ou removida das sub-redes e/ou usuários e o serviço de roteamento pode ser descontinuado do provedor de serviços.

Habilitado:

A Política de Localização que habilita os Serviços de Emergência deve ser definida e atribuída à sub-rede onde os clientes de UC (comunicações unificadas) serão registrados e/ou aos usuários. O serviço de roteamento dos Serviços de Emergência deve ser obtido de um provedor de serviços, e a conectividade de roteamento com o provedor de serviços deve ser estabelecida.

Observação : O administrador da empresa pode restringir o recurso de chamadas de emergência ao local de trabalho de um usuário. Por isso, convém consultá-lo para saber sobre o nível de disponibilidade desse recurso.

Infraestrutura de Localização

Qual é a função desse recurso: informações de localização e fuso horário do usuário final são calculadas e compartilhadas por meio da funcionalidade de presença.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: os dados de localização geográfica do usuário final são coletados por um de dois mecanismos: o usuário insere os dados manualmente, ou estes são automaticamente populados pelo LIS (Servidor de Informações de Localização) da empresa. Além disso, o fuso horário do usuário final é recuperado do sistema operacional Windows no computador do usuário final. Os dados de localização coletados consistem em uma cadeia de caracteres de "descrição" e também em informações de endereço formatado. A descrição é qualquer cadeia de caracteres que ajude a informar os outros sobre a localização do usuário final (como "Casa" ou "Trabalho"), enquanto as informações de endereço formatado consistem em um endereço civil (como "5678 Main St, Buffalo, NY, 98052"). Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações : os dados de descrição da localização e de fuso horário são compartilhados com os outros via presença do Lync, com base em como a privacidade de Presença está configurada. As informações são exibidas no cartão de visita do usuário. Observe que o endereço formatado, ou endereço civil, não é compartilhado no cartão de visita, mas pode ser transmitido para equipes de serviços de emergência se o usuário final fizer uma chamada de emergência (por exemplo: 190). (Veja a descrição de "Serviços de Emergência".)

Escolha/controle: o administrador da empresa tem os seguintes controles:

  • EnhancedEmergencyServicesEnabled: se definido como True, a entrada do nome da localização no campo de Localização e uma caixa de diálogo de Localização completa estarão disponíveis com o uso do item Definir Local no menu de área de localização. Se definido como False, uma entrada de localização limitada estará disponível para o nome da localização no campo de localização. Além disso, quando o controle estiver definido como True, os dados de localização serão compartilhados para chamadas de serviços de emergência. Se definido como False, esses dados não serão compartilhados para chamadas de serviços de emergência. Isso não pode ser substituído pelos usuários finais. Lembre-se de que a descrição da localização (recuperada do LIS ou inserida pelo usuário final) ainda será compartilhada via presença, independentemente de como essa opção estiver definida.

  • UseLocationForE911Only: se definido como True, dos dados de localização no LIS não serão automaticamente compartilhados via presença. Se definido como False, os dados de localização no LIS serão automaticamente compartilhados via presença.

  • PublishLocationDataDefault: esse controle configura o comportamento padrão para todos os usuários que não optaram explicitamente por compartilhar ou não a sua descrição de localização via presença. Se definido como True, por padrão, a localização será compartilhada. Se definido como False, por padrão, a localização não será compartilhada.

  • LocationRequired: essa configuração controla se os usuários finais serão solicitados a inserir suas localizações. Há três valores possíveis, Sim, Isenção e Não.

    • Sim - mostra "Defina sua localização" em vermelho se não existir nenhum dado de localização.

    • Isenção - mostra "Defina sua localização" em vermelho com um "X" ao lado se não houver dado de localização. Usuários finais podem clicar no "X" para ver a declaração de isenção de responsabilidade. Observação: se um administrador da empresa escolher esse valor, então ele terá que popular o texto do aviso de isenção de responsabilidade.

    • Não - mostra "Defina sua localização" em branco quando não houver dados de localização.

Lync Web App Server

Qual é a função desse recurso: o componente da Web Microsoft Lync Web App precisa ser implantado para usar o Lync Web App, um programa baseado em plug-in de navegador do Microsoft Silverlight que fornece experiência de reunião.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: o endereço de entrada do usuário final, sua senha e informações de reunião serão usados para autenticar o usuário antes de o conectar a uma reunião. As informações de compartilhamento de programas e da área de trabalho serão compartilhadas com todos os usuários dessa reunião. Todos os participantes da reunião poderão ver a presença do usuário final e suas informações de contato.

Uso das informações: o endereço de entrada, a senha e as informações de reunião do usuário serão usados para autenticar esse usuário antes de o conectar a uma reunião.

Escolha/controle: o componente da Web Lync Web App está habilitado por padrão.

Aspectos de Localização para Bypass de Mídia

Qual é a função desse recurso: o Bypass de Mídia determina a localização dos endereços IP de terminação de mídia local padrão de um usuário do Lync Server e o Gateway PSTN/IP-PBX/Controlador de Borda de Sessão que será usado em uma chamada PSTN ou PBX associada a esse usuário. Se os dois elementos estiverem localizados de modo a possibilitar uma boa conexão entre eles, sem restrições de largura de banda, e se o bypass de mídia tiver sido habilitado, a mídia fluirá diretamente entre o usuário do Lync Server e o Gateway PSTN/IP-PBX/Controlador de Sessão de Borda, desviando-se do Servidor de Mediação do Lync Server. A sinalização para a chamada continuará a ir do usuário do Lync Server até o Servidor de Mediação do Lync Server e até o Gateway PSTN /IP-PBX/Controlador de Sessão de Borda.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: a localização do endereço IP de terminação de mídia padrão local para o usuário final e o Gateway PSTN/IP-PBX/Controlador de Sessão de Borda é determinada por meio da correspondência de cada endereço IP de mídia padrão local com uma ID de Bypass armazenada no repositório de configuração do Lync Server. A ID de Bypass é um GUID e não é filtrada pelo Proxy de Acesso. Dessa forma, ela é fornecida para usuários externos e usuários federados, além de estar disponível para os usuários internos. Esse recurso não envia informações para a Microsoft.

Uso das informações : se o usuário do Lync Server e o Gateway PSTN/IP-PBX/Controlador de Borda de Sessão estiverem na mesma localidade, a ID de Bypass associada ao IP de mídia padrão local de cada elemento será a mesma. A parte que recebe a ID de Bypass do seu par verá que sua própria ID de Bypass corresponde. Nesse caso, a mídia para a chamada tem permissão para ir diretamente entre o usuário do Lync Server e o Gateway PSTN/IP-PBX/Controlador de Borda de Sessão, desviando-se do Servidor de Mediação.

Escolha/controle: o bypass de mídia está desabilitado por padrão globalmente e para cada tronco para um Gateway PSTN/IP-PBX/Controlador de Borda de Sessão específico. O administrador da empresa pode habilitá-lo tanto globalmente quanto para um tronco particular usando os dois métodos a seguir.

Usando o Painel de Controle do Lync Server

  • O bypass global é habilitado clicando em Configuração de Rede, clicando duas vezes na configuração Global na lista e depois na página Editar Configuração Global, clicando em Ativar bypass de mídia e selecionando a granularidade.

  • O Bypass de um tronco em particular é habilitado clicando em Roteamento e Voz, clicando na guia Configuração de Tronco, clicando duas vezes no tronco existente e depois clicando em Habilitar bypass de mídia.

Usando o Shell de Gerenciamento do Microsoft Lync Server 2013

  • Os cmdletsNew-CsTrunkConfiguration ou Set-CsTrunkConfiguration podem ser usados para o bypass de mídia para o tronco.

  • Os cmdlets New-CsNetworkMediaBypassConfiguration e Set-CsNetworkConfiguration podem ser usados para o bypass global de mídia para o tronco.

Anexos de Reuniões

Qual é a função desse recurso: Anexos de Reuniões permitem que os organizadores de uma reunião carreguem e compartilhem arquivos com os participantes, exibindo-os na reunião ou para download posterior.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: anexos de reuniões são carregados pelo organizador da reunião e armazenados no Lync Server. O tempo durante o qual os anexos serão mantidos no servidor pode ser configurado pelo administrador da empresa. Os anexos ficarão disponíveis para download pelo organizador e pelos participantes da reunião até que o primeiro os exclua ou até o término do período de retenção configurado. Quando isso acontecer, os anexos serão excluídos. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: os anexos de reuniões carregados são compartilhados com os participantes da reunião e podem ser baixados por eles. A disponibilidade dos anexos pode estar restrita a funções específicos dos participantes (organizador, apresentadores ou todos).Se o acesso a um anexo estiver proibido para uma função específica, esse anexo não ficará visível na lista de anexos.

Escolha/controle: anexos de reunião estão habilitados por padrão. O administrador da empresa pode habilitar ou desabilitar esse recurso para qualquer ou todos os usuários através da política AllowFileTransfer.

Transferência de Arquivos Ponto a Ponto

Qual é a função desse recurso: a Transferência de Arquivos Ponto a Ponto permite que os usuários do Lync transfiram arquivos uns aos outros em conversas por mensagem instância ponto a ponto (entre dois participantes).

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: o arquivo é transferido diretamente entre o proprietário e a outra pessoa na conversa. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: os usuários podem optar por iniciar a transferência de arquivos e escolher o arquivo a ser transferido. O destinatário do arquivo deve concordar explicitamente em recebê-lo. Os arquivos compartilhados com a Transferência de Arquivos Ponto a Ponto não são armazenados no Lync Server.

Escolha/controle: a Transferência de Arquivos Ponto a Ponto está habilitada por padrão. O administrador da empresa pode habilitar ou desabilitar esse recurso para qualquer um ou todos os usuários através da política EnableP2PFileTransfer.

Chat de Grupo Persistente

Qual é a função desse recurso: o chat persistente permite que os usuários colaborem postando mensagens em salas de chat persistentes. Os dados são mantidos no servidor, e os membros da sala podem ter acesso a eles, inclusive a dados históricos. O Chat de Grupo Persistente permite que os usuários tenham conversas em grupo, procurem, ingressem e participem dessas conversas, pesquisem conteúdo dentro e entre salas e criem filtros para rastrear conversas sobre tópicos específicos.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: o Chat de Grupo Persistente armazena o conteúdo de conversas de chat em grupo em um servidor configurado pelo administrador da empresa. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: o Chat de Grupo Persistente é um chat persistente semelhante a uma "sala de chat", onde as conversas nunca terminam realmente, já que os membros estão sempre ingressando na conversa e saindo dela. Para que isso aconteça, o chat deve ser mantido.

Escolha/controle: o Chat de Grupo Persistente deve ser habilitado pelo administrador da empresa. Se esse recurso estiver habilitado, o administrador poderá controlar o período de retenção, o servidor no qual as informações são armazenadas, se o histórico do Chat de Grupo deve ser arquivado ou não por questões de conformidade ou outras finalidades e também o gerenciamento e a modificação de qualquer propriedade de uma sala. Usuários com diferentes funções têm acesso distinto aos dados mantidos, conforme descrito na lista a seguir.

  • Os administradores podem excluir o conteúdo mais antigo (por exemplo, um conteúdo postado antes de uma certa data) de qualquer sala de chat para impedir o aumento excessivo do tamanho do banco de dados. Eles também podem remover ou substituir mensagens consideradas impróprias (ou inconvenientes) para uma determinada sala de chat.

  • Usuários finais, incluindo os autores das mensagens, não podem excluir o conteúdo de nenhuma sala de chat.

  • Gerentes de salas de chat podem desabilitar salas, mas não podem excluí-las. Apenas os administradores podem excluir uma sala de chat após a sua criação.

Imagem Pessoal

Qual é a função desse recurso: a Imagem Pessoal permite que os usuários mostrem suas imagens pessoais para outras pessoas dentro da organização em seus Cartões de Visita. Se um usuário optar por mostrar sua imagem pessoal no cartão de visita, outros usuários do Lync poderão visualizar essa imagem em seus contatos do Lync usando a opção "Mostrar fotos de contatos". Se o usuário decidir mostrar sua imagem pessoal para outras pessoas, ele poderá optar por mostrar a imagem padrão usada pela organização (caso esse recurso tenha sido habilitado para a empresa) ou poderá carregar uma imagem do computador.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: preferências de compartilhamento da Imagem Pessoal e qualquer imagem personalizada que tenha sido carregada. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: as informações são armazenadas no Lync Server e usadas para personalizar a experiência do usuário e o compartilhamento com outras pessoas.

Escolha/controle: o administrador da empresa controla o seguinte:

•Se os usuários compartilham ou não suas imagens inicialmente por padrão. Isso pode ser substituído.

•O tamanho máximo de uma imagem que o usuário pode carregar.

•Que tipos de imagem são permitidos.

Autenticação por PIN

Qual é a função desse recurso: a Autenticação por PIN é um mecanismo usado para autenticar usuários que ingressam em reuniões do Atendedor Automático de Conferência e para autenticar os usuários que estão implantando o Microsoft Lync Phone Edition pela primeira vez. Os usuários inserem o número de telefone ou ramal e o PIN que o Lync Server usa para validar as credenciais desses usuários. Um PIN pode ser definido pelo usuário ou fornecido pelo administrador da empresa.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: durante a autenticação, o número de telefone ou ramal e o PIN do usuário são coletados. O Lync Server valida essas informações no seu banco de dados de back-end. O PIN é armazenado em um banco de dados back-end como um hash unidirecional por motivos de segurança. Uma vez definido, o PIN não fica mais visível para ninguém. Um PIN pode ser definido ou redefinido por um usuário, um administrador ou um usuário de central de suporte.

Quando um administrador ou usuário do suporte define ou redefine o PIN, o novo PIN é mostrado e pode ser enviado opcionalmente via email para o usuário. O modelo de email fornecido é personalizável e inclui um texto que informa ao usuário que o PIN pode ter sido visto pelo administrador ou usuário do suporte e que, portanto, é recomendável que o usuário defina o PIN novamente.

Uso das informações: o PIN é usado pelo Lync Server para autenticar o usuário na reunião ou para implantar o telefone que está executando o Lync Phone Edition.

Escolha/controle : esse recurso está habilitado por padrão. O administrador da empresa pode desabilitar a autenticação por PIN na página Configurações de Segurança do Painel de Controle do Lync Server, marcando a caixa Autenticação por PIN.

Votação

Qual é a função desse recurso: a votação permite que o organizador da reunião colete informações rapidamente ou compile as preferências dos participantes da reunião ou conversa. Essas informações também podem ser salvas e analisadas posteriormente depois da reunião.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: votos individuais são anônimos. Os resultados agregados da votação são vistos por todos os apresentadores, que também podem optar por mostrá-los para todos os participantes. Votações são armazenadas no Lync Server de acordo com as políticas de expiração de conteúdo de reuniões, definidas pelo administrador da empresa. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: o recurso de Votação melhora a colaboração, possibilitando que os apresentadores determinem rapidamente as preferências dos usuários.

Escolha/controle: o administrador da empresa tem as seguintes políticas

  • EnableDataCollaboration: essa política permite que o administrador da empresa restrinja todos recursos de colaboração de dados – Colaboração no PowerPoint, Compartilhamento de Arquivos, Votação, Colaboração no Quadro de Comunicações e Anexos. Se essa política estiver definida como False, as políticas em nível de recurso para esses recursos serão irrelevantes.

  • AllowPolling: essa política permite que o administrador da empresas habilite ou desabilite o recurso de Votação. Esse recurso está habilitado por padrão.

Colaboração no PowerPoint

Qual é a função desse recurso: a Colaboração no PowerPoint permite que os usuários mostrem, visualizem e façam anotações em apresentações do PowerPoint durante uma reunião ou conversa online.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: as ações do usuário final determinam todos os usos desse recurso: carregar e navegar por uma apresentação do PowerPoint ou fazer anotações nela. Qualquer arquivo apresentado em uma conversa ou reunião será transmitido para todos os participantes da reunião, que poderão recuperá-lo diretamente de uma pasta em seus computadores. O proprietário ou apresentador do arquivo pode proibir que outros usuários o salvem, mas isso não os impede de vê-lo ou recuperá-los. Arquivos do PowerPoint são armazenados no Lync Server de acordo com as políticas de expiração de conteúdo de reunião definidas pelo administrador. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: colaborar com o PowerPoint ajuda aos participantes da conversa a realizar apresentações eficazes e a receber comentários.

Escolha/controle: o administrador da empresa tem as seguintes políticas:

  • EnableDataCollaboration: essa política permite que o administrador da empresa restrinja ou permita todos os recursos de colaboração de dados – Colaboração no PowerPoint, Compartilhamento de Arquivos, Votação, Colaboração no Quadro de Comunicações e Anexos. Se essa política estiver definida como False, as políticas em nível de recurso para esses recursos serão irrelevantes.

  • AllowAnnotations: essa política permite que o administrador da empresa restrinja funções de anotação em conteúdo do PowerPoint para os participantes da reunião.

Além disso, os apresentadores podem restringir anotações em uma apresentação do PowerPoint de acordo com a função do participante (Nenhum, apenas Apresentadores ou Todos) através da caixa de diálogo Opções de Reunião. Essa configuração está disponível para cada reunião.

Presença e Informações de Contato

Qual é a função desse recurso: Informações de Presença e Contato permitem que um usuário visualize informações de presença e contato sobre outros usuários (dentro e fora da organização) e compartilhe suas próprias informações publicadas, como presença, status, cargo, número de telefone, localização e anotações. O administrador da empresa também pode configurar a integração com o Microsoft Outlook e o Microsoft Exchange Server, para que as mensagens de ausência e outras informações de status do usuário (por exemplo, quando ele tem uma reunião agendada em seu calendário do Outlook) sejam exibidas.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: o endereço de entrada do usuário e sua senha para fins de logon e autenticação. Qualquer número de telefone que o usuário queria disponibilizar, além de informações como mensagens de ausência e outras informações de status (se a integração com o Microsoft Outlook e o Microsoft Exchange Server tiver sido configurada pelo administrador e habilitada no Outlook), incluindo anotações ou informações de disponibilidade que possam ter sido inseridas manualmente pelo usuário, ficam disponíveis no Cartão de Visita. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: o endereço e a senha de entrada são usados para fazer logon no Lync e estabelecer uma conexão com o Lync Server. Com base em como os usuários definiram suas configurações de privacidade, outros programas e usuários do Lync poderão acessar suas informações de presença, contato e status (se estiverem publicadas), permitindo que todos se comuniquem melhor uns com os outros.

Escolha/controle: os usuários podem escolher quais informações pessoais são publicadas, ou o administrador da empresa pode configurar as informações publicadas em seu nome. O administrador da empresa pode desabilitar a capacidade dos usuários finais de controlar suas informações publicadas acessando as páginas Usuários e Configurações de Presença e Mensagem Instantânea no Painel de Controle do Lync Server.

Modo de Privacidade

Qual é a função desse recurso: o Modo de Privacidade é uma configuração que permite aos usuários determinar a parcela de informações de presença (como Disponível, Ocupado, Não Perturbe e assim por diante) que eles irão compartilhar com os contatos relacionados em suas listas de Contatos.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: habilitar o Modo de Privacidade faz com que o Lync entre em um modo no qual o usuário pode ajustar configurações de usuário de tal forma que suas informações de presença sejam compartilhadas somente com os contatos relacionados em sua lista de Contatos. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: essa configuração permite que o usuário determine como seus dados de presença são compartilhados.

Escolha/controle:

  • O administrador da empresa, no nível de pool, pode escolher habilitar o Modo de Privacidade (usando a configuração na faixa EnablePrivacyMode). Uma vez habilitada, por padrão, qualquer usuário final do Lync irá alternar para o Modo Privacidade assim que se entrarem.

  • Quando o Modo de Privacidade é habilitado no servidor, através da configuração de administração, os usuários finais podem escolher que todos vejam sua Presença (Modo Padrão) ou apenas os seus contatos vejam (Modo de Privacidade).

  • Se o modo Padrão for habilitado no servidor, através das configurações de administração, os usuários finais não podem alternar para o Modo de Privacidade. Eles podem operar apenas no Modo Padrão. Contudo, eles podem "recusar previamente" o Modo de Privacidade para que se o administrador alternar para o Modo de Privacidade posteriormente, eles não alternarão de status ao entrarem no Lync.

Linha Privada

Qual é a função desse recurso: a Linha Privada é um recurso que fornece um número de telefone adicional não divulgado para um usuário final. O usuário final pode optar por fornecer o número de telefone adicional para outras pessoas.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: as informações do recurso de Linha Privada são coletadas de modo semelhante a como são tratadas as chamadas para um número comum não privado, ou seja, os registros de detalhes da chamada serão armazenados do mesmo modo como para qualquer chamada.

Há instâncias onde o número privado será enviado para terceiros inadvertidamente, como quando o chamador de uma número privado transfere a chamada para outra pessoa.

Uso das informações: essas informações são usadas para fornecer um histórico da ocorrência de chamadas. Para saber mais, veja a seção Relatório e Coleta de Dados de Registros de Chamadas.

Escolha/controle: não há controles de administrador ou usuário final para esse recurso.

Coleta e Relatório de Dados de Qualidade da Experiência (QoE)

Qual é a função desse recurso: o Relatório e Coleta de Dados de Qualidade da Experiência (QoE) coleta e informa a qualidade da mídia de reuniões e comunicações ponto a ponto que usam o Lync. Essas estatísticas incluem endereços IP, taxa de perda, dispositivos usados, eventos de baixa qualidade que ocorrem durante a chamada e assim por diante.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: se o administrador da empresa habilitar a QoE, dados de qualidade da mídia de reuniões e comunicações ponto a ponto do Lync serão registrados no banco de dados de QoE. Esse recurso não grava o conteúdo do Lync. Os dados de QoE são armazenados no banco de dados de back-end do Servidor de Monitoramento implantado na empresa e registrados em um conjunto de relatórios padrão desse Servidor de Monitoramento. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: o administrador da empresa tem acesso a essas informações e pode usá-las para coletar comentários sobre a qualidade da mídia no sistema. Isso inclui os endereços IP dos usuários.

Escolha/controle: a QoE está ativada por padrão, mas o administrador da empresa deve instalar um Servidor de Monitoramento, conectado a um banco de dados back-end de Servidor de Monitoramento, para coletar os dados de QoE. Esse administrador pode implantar os relatórios padrão do Servidor de Monitoramento ou pode criar relatórios personalizados que consultam o banco de dados do Servidor de Monitoramento.

Os administradores de empresas podem desativar relatórios de QoE usando o seguinte cmdlet do Windows PowerShell para o Lync Server:

Set-CsQoEConfiguration –EnableQoE $False

Controle de Acesso Baseado em Função

Qual é a função desse recurso: o recurso RBAC (Controle de Acesso Baseado em Função) permite a delegação de direitos administrativos para cenários do administrador da empresa. A interação de um administrador da empresa com as interfaces de gerenciamento pode ser limitada a operações especificamente permitidas e com base em quais objetos podem ser modificados.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: as capacidades de um administrador da empresa são avaliadas em tempo de execução com base na associação de grupos do usuário, especificamente grupos de segurança do Active Directory. As capacidades de uma função no sistema são configuradas e definidas no servidor de gerenciamento central.

Uso das informações : um administrador da empresa pode configurar funções de administração RBAC adicionais para uma determinada implantação. Um administrador da empresa pode ver todas as funções das quais outro administrador é membro.

Escolha/controle: este é um mecanismo de segurança/autorização para tarefas de gerenciamento de TI. Esse recurso não tem impacto ou visibilidade para os usuários finais.

Gravação

Qual é a função desse recurso: a Gravação permite que os participantes da reunião capturem áudio, vídeo, mensagens instantâneas, compartilhamento de aplicativos, apresentações do Microsoft PowerPoint, quadros de comunicações e votações que acontecem durante uma reunião para arquivamento ou reprodução.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: se os participantes da reunião optarem por gravar uma sessão, a gravação será salva localmente no computador. Se os participantes compartilharem conteúdo durante uma reunião que está sendo gravada, esse conteúdo será incluído na gravação da reunião. Quando um participante começar a gravar, uma notificação será transmitida a todos os participantes com clientes e dispositivos compatíveis. Os participantes de uma sessão gravada que estiverem usando clientes ou dispositivos incompatíveis serão gravados, mas não receberão o aviso de gravação. Veja a seguir uma lista de clientes e dispositivos incompatíveis. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Clientes incompatíveis incluem:

  • Microsoft Office Communicator 2007 R2

  • Microsoft Office Communicator 2007

  • Microsoft Office Communicator Web Access (versão 2007 R2)

  • Microsoft Office Communicator Web Access (versão 2007)

  • Microsoft Office Communications Server 2007 R2 Attendant

Dispositivos incompatíveis incluem:

  • Microsoft Lync 2010 Phone Edition

  • Microsoft Office Communicator 2007 Phone Edition

  • Microsoft Office Communicator 2007 Phone Edition

Observação : Independentemente do dispositivo usado, um participante que estiver usando vídeo no modo de tela inteira durante uma reunião ou conversa apenas receberá um sinal de que a gravação começou quando ele retornar à janela da conversa.

Uso das informações: a gravação é salva localmente no computador do usuário e pode ser usada ou compartilhada pelo proprietário da mesma forma que qualquer outro tipo de arquivo. Se houver falhas durante a fase de publicação da gravação, é possível que os dados capturados durante o estado de pausa da gravação tenham sido acidentalmente incluídos na gravação. Se qualquer parte da fase de publicação falhar (consulte o Gerenciador de Gravação para obter o status de "Aviso..."), as gravações não deverão ser distribuídas para os outros participantes, mesmo podendo ser reproduzidas de alguma forma.

Escolha/controle: o administrador da empresa tem os seguintes controles:

  • AllowConferenceRecording: a política padrão é definida como False.

    • Para o usuário que escala de uma chamada ponto-a-ponto em uma reunião, se a política é definida como True, todos os apresentadores poderão gravar.

    • Para o usuário que inicia uma reunião ad-hoc, se sua política é definida como True, todos os apresentadores poderão gravar.

    • Para o usuário que agendou uma reunião, se sua política é definida como True, no momento em que a primeira pessoa ingressar na reunião, todos os apresentadores poderão gravar.

    • Para esses três cenários, se o usuário que escalou, iniciou ou agendou a reunião definiu como False, a gravação não estará disponível para nenhum apresentador ou participante.

    • Se a política for alterada durante a sessão da reunião, a nova política pode não ter efeito até que todos os participantes tenham saído e reingressado na reunião.

  • EnableP2PRecording: o padrão é definido como False e no momento em que o usuário entra no Lync.

    • Se definido como True, um usuário que inicia a conversa com alguém que já tem essa política definida como True poderá gravar.

    • Usuários podem gravar apenas se ambas as partes na comunicação ponto-a-ponto têm permissão para gravar.

  • AllowExternalToRecord: o padrão é definido como False. Usuários externos incluem ambos os usuários federados e anônimos.

    • Reunião: A política AllowExternalToRecord é aplicada no momento em que a primeira pessoa entra na reunião ou apenas quando AllowConferenceRecording é definido como True.

      • Se definido como True, em uma reunião onde a gravação é permitida, apresentadores de fora da empresa também terão permissão para gravar. Se a política for alterada durante a sessão da reunião, a nova política pode não ter efeito até que todos os participantes tenham saído e reingressado na reunião.

      • Se definida como False, em uma reunião onde a gravação é permitida, apresentadores de fora da empresa não terão permissão para gravar. Se a política for alterada durante a sessão da reunião, a nova política pode não ter efeito até que todos os participantes tenham saído e reingressa na reunião.

    • Ponto-a-Ponto (P2P): A política AllowExternalToRecord é aplicada a conversas ponto-a-ponto apenas quando a política EnableP2PRecording é definida como True.

      • Se definido como True, o usuário de fora da empresa tem permissão para gravar.

      • Se definido como False, o usuário de fora da empresa não terá permissão de gravar, enquanto que o usuário impedindo a gravação fora da empresa poderá fazer gravações.

Serviço de Grupo de Resposta - Anonimato do Agente

Qual é a função desse recurso: o RGS (Serviço de Grupo de Resposta) permite que os administradores de empresas criem e configurem um ou mais grupos de resposta pequenos para fins de roteamento e enfileiramento de chamadas telefônicas de entrada para um ou mais agentes ou usuários finais designados. Esse recurso permite que um agente RGS trate chamadas sem revelar automaticamente sua identidade para a parte remota.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: a identidade do agente não será exibida de maneira visual se a parte remota estiver usando um cliente do Microsoft Communications ou um telefone PSTN, mas essa identidade é transmitida em pacotes do Protocolo SDP quando a modalidade de Mensagens Instantâneas é adicionada a uma chamada de voz anônima. Portanto, a identidade pode ser recuperada a partir de rasteramentos do cliente. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: um não cliente do Microsoft Communications poderia exibir as informações sobre o agente na interface de usuário e assim revelar a identidade desse agente. Isso poderia permitir que a parte remota chame um agente diretamente sem usar o RGS.

Escolha/controle: não há controles de administrador ou usuário final para esse recurso.

Logs no Lado do Servidor

Qual é a função desse recurso: Logs no Lado do Servidor permitem que o administrador da empresa colete tipos diferentes de tráfego que estão sendo direcionados para ou a partir de qualquer domínio ou URI (Uniform Resource Identifier).

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: se o administrador da empresa habilitar o registro em log para o Lync, o tráfego direcionado para e partir do domínio ou URI especificado será incluído nos arquivos de log. Dependendo da configuração, essas informações coletadas podem ser usadas para fins de depuração. As informações sobre os usuários finais, como as seguintes, são registradas em um arquivo especificado pelo administrador: assunto da reunião, localização, mensagens SIP, respostas a convites do Lync, informações sobre o remetente e o destinatário de cada mensagem do Lync, a rota feita pela mensagem, a lista de Contatos, informações de presença, Mensagens Instantâneas, conteúdo da conversa e também os nomes de quaisquer programas compartilhados, anexos, arquivos do Microsoft PowerPoint, quadros de comunicações, votações e perguntas de votação e um índice da(s) opção(ões) em que eles votaram. Nenhuma informação é enviada automaticamente à Microsoft, mas o administrador pode optar por enviar informações manualmente.

Uso das informações: logs no lado do servidor podem ser usados para solucionar problemas do Lync, ou seja, para determinar quais problemas estão sendo encontrados em qual servidor ou domínio.

Escolha/controle: logs no lado do servidor estão desativados por padrão e devem ser ativados pelo administrador da empresa. O administrador pode usar os seguintes cmdlets de interface de linha de comando do Windows PowerShell para ativar ou desativar esse recurso para cada site, serviço ou servidor: New-CsDiagnosticsFilterConfiguration, Set-CsDiagnosticsFilterConfiguration e Get-CsDiagnosticsFilterConfiguration. Para registrar em log o conteúdo de conversas por mensagem instantânea, determinadas configurações devem ser definidas com a ajuda do Suporte da Microsoft.

Relatório de Erro de Entrada

Qual é a função desse recurso: o recurso Relatório de Erro de Entrada gera automaticamente um relatório de erro quando um usuário tenta se conectar sem sucesso ao Lync. O usuário terá a opção de enviar o relatório de erro à Microsoft.

Informações coletadas, processadas, ou transmitidas: as informações coletadas em um relatório de erro contêm informações como a qualidade da conexão da internet do usuário e quaisquer códigos de erro ou dados de exceção gerados como resultado das tentativas de se conectar. O relatório também pode conter informações de identificação pessoais como o endereço de IP do usuário e o URI do protocolo SIP. Essas informações podem ser enviadas à Microsoft.

Uso de Informações: os dados contidos no Relatório de Erro de Entrada são utilizados pela Microsoft para ajudar a solucionar problemas de entrada. Também serão utilizados pela Microsoft para identificar problemas de entrada comuns e tendências para ajudar a melhorar a experiência de entrada do Lync.

Escolha/controle: por padrão, este recurso está desativado e pode ser gerenciado pelo administrador da empresa. O administrador pode escolher sempre enviar ou nunca enviar o relatório de erro de entrada à Microsoft, ou pode deixar o usuário decidir.

Pesquisa de Habilidades

Qual é a função desse recurso: a Pesquisa de Habilidades permite que os usuários procurem pessoas na empresa usando qualquer propriedade listada em serviços do Microsoft SharePoint (por exemplo, nome, email, habilidades, especialização, etc.). Esse recurso só estará disponível se o administrador da empresa tiver implantado o SharePoint e ativado a integração com o Lync e o SharePoint.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: a consulta de pesquisa inserida no Lync será enviada ao servidor do SharePoint da empresa. A resposta do SharePoint é processada pelo Lync, e os resultados da pesquisa e informações relacionadas são exibidos. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: as informações inseridas pelo usuário são enviadas ao SharePoint para a obtenção de resultados de pesquisa, que são exibidos no Lync.

Escolha/controle: esse recurso pode ser habilitado ou desabilitado por administradores de empresa com o uso de quatro configurações em banda.

  • SPSearchInternalURL

  • SPSearchExternalURL

  • SPSearchCenterInternalURL

  • SPSearchCenterExternalURL

Corte Inteligente

Qual é a função desse recurso: quando um usuário está compartilhando vídeo durante uma conferência de vídeo, o Corte Inteligente determina o local da cabeça do usuário no campo de visão da sua Webcam usando a detecção facial. Assim que o local da cabeça do usuário é detectado, o Lync 2013 o converte em coordenadas e adiciona essas coordenadas ao fluxo de bits de vídeo que está sendo enviado. O cliente do Lync 15 receptor usa essas informações para cortar o fluxo de bits de vídeo de entrada a partir da sua taxa de proporção nativa (paisagem) de acordo com as coordenadas do retângulo com o objetivo de centralizar o cabeça do usuário no vídeo cortado. O Corte Inteligente é uma função em tempo real que monitora continuamente os movimentos do usuário, ajustando as coordenadas inseridas no fluxo de bits de vídeo, permitindo que o cliente do Lync 15 receptor ajuste o corte de vídeo e mantendo a cabeça do usuário centralizada na exibição do vídeo.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: as coordenadas do cabeça do usuário no campo de visão da câmera são adicionadas ao fluxo de bits do vídeo. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: as coordenadas serão usadas para cortar a parte correta do vídeo de entrada.

Escolha/controle: esse recurso não pode ser desabilitado.

Observação :  Os usuários de clientes legados do Lync e do Lync para dispositivos móveis só verão a taxa de proporção inteira do vídeo que está sendo enviado.

Repositório de Contatos Unificado

Qual é a função desse recurso: o Repositório de Contatos Unificado consiste em três recursos principais:

  • Mesclagem de pesquisa – Esse recurso mescla a GAL (Lista de Endereços Global) com os contatos pessoais do Outlook de um usuário, de forma que, quando esse usuário procurar um contato, ele veja uma única entrada nos resultados da pesquisa.

  • Mesclagem de contatos – Esse recurso agrega informações de contato entre entradas do Outlook e da GAL usando identificadores de email e/ou entrada para correspondência. Assim que uma correspondência é determinada, o Lync agrega os dados de três fontes (Outlook, GAL e presença). Esses dados agregados são exibidos em vários componentes da interface do usuário, incluindo resultados de pesquisa, sua lista de Contatos e um cartão de visita.

  • Criando contatos do Outlook para contatos do Lync (sincronização de contatos) – O Lync criará contatos do Outlook para todos os contatos do usuário na pasta de contatos padrão se esse usuário tiver uma caixa de entrada no Microsoft Exchange Server 2010 ou versões posteriores. Tendo um contato do Outlook para cada contato do Lync, o usuário pode acessar informações de contato do Lync a partir do Outlook, do Outlook Web Access e de dispositivos móveis que sincronizam contatos com o Exchange.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: o Lync agrega informações de contato a partir do recurso de presença, do Active Directory e do Outlook. Essas informações são usadas internamente pelo Lync. Ao criar contatos do Outlook, o Lync gravará informações de contato de presença, do Active Directory e do Outlook no Exchange. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: as informações de contato de Presença, do Active Directory e do Outlook são mostradas na interface do usuário do Lync (lista de Contatos, cartão de visita, resultados de pesquisa e assim por diante). Essas informações também são gravadas no Exchange com o uso da sincronização de contatos (o terceiro item da lista anterior).

Escolha/controle: esse recurso é habilitado ou desabilitado pelo administrador da empresa através da configuração em bandaEnableExchangeContactSync.

Melhorias na Qualidade de Voz

Qual é a função desse recurso: o Lync fornece notificações ao usuário para ajudá-lo a melhorar a qualidade da chamada caso ele detecte problemas de dispositivo, rede ou computador durante essa chamada.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: informações sobre configuração do dispositivo de áudio, configuração da rede e outras conexões de mídia do usuário serão coletadas pelo Lync para determinar a qualidade da chamada. Se o Lync determinar que algo está prejudicando a qualidade do áudio durante uma comunicação por voz, o usuário será informado de que existe um problema com a qualidade da voz. Os outros participantes da chamada apenas verão uma notificação de que o usuário final está usando um dispositivo com qualidade de áudio insatisfatória. Eles não saberão que tipo de dispositivo esse usuário final está usando. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informações: as informações enviadas para outras pessoas na chamada são usadas para ajudar a melhorar a qualidade da chamada.

Escolha/controle: o administrador da empresa pode desativar a notificação de qualidade de voz sobre dispositivos seguindo o comando do PowerShell descrito a seguir.

$a = get-csclientpolicy

$b = new-csclientpolicyentrytype –Name DisablePoorDeviceWarning –Valor 1

$a.PolicyEntry.Add($b)

Set-csClientPolicy $a

Colaboração de Quadro de Comunicações

Qual é a função desse recurso: a Colaboração no Quadro de Comunicações permite que os usuários criem e compartilhem um quadro de comunicações virtual no qual os participantes da sessão podem fazer anotações, desenhar e importar imagens para trabalharem em conjunto durante reuniões ou conversas.

Informações coletadas, processadas ou transmitidas: as anotações feitas em quadros de comunicações são vistas por todos os participantes. Quando um quadro de comunicações é salvo, ele e todas as suas anotações são armazenados no Lync Server, permanecendo no servidor de acordo com as políticas de expiração de conteúdo de reuniões definidas pelo administrador. Nenhuma informação é enviada à Microsoft.

Uso das informação: o recurso de Quadro de Comunicações melhora a colaboração permitindo que os participantes da reunião discutam ideias, façam debates e anotações e assim por diante.

Escolha/controle: o administrador da empresa tem as seguintes políticas:

  • Política de administração EnableDataCollaboration– essa política permite ao administrador da empresa restringir todos os recursos de colaboração de dados – Colaboração do PowerPoint, Compartilhamento de Arquivos, Colaboração de Quadro de Comunicações e Anexos. Se essa política estiver definida como False, as políticas de nível de recursos para esses recursos serão irrelevantes.

  • Política de administrador AllowAnnotations – essa política permite que o administrador da empresa restrinja funções de anotação para todos os participantes da reunião. Se essa configuração estiver desativada, os usuários finais não verão um ponto de entrada para criar um quadro de comunicações na interface do usuário do Lync.

Início da Página

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×