Operação UNION

A operação UNION no Access cria uma consulta de união, que combina os resultados de duas ou mais consultas ou tabelas independentes

Sintaxe

[TABLE] consulta1 UNION [ALL] [TABLE] consulta2 [UNION [ALL] [TABLE] consultan [ ... ]]

A operação UNION tem estas partes:

Parte

Descrição

consulta1-n

Uma instrução SELECT, o nome de uma consulta armazenado ou nome de uma tabela armazenado passada por tabela.

Comentários

É possível mesclar os resultados de duas ou mais consultas, tabelas e instruções SELECT, em qualquer combinação, em uma única operação UNION. O exemplo a seguir mescla uma tabela existente chamada New Accounts e uma instrução SELECT:

TABLE [New Accounts] UNION ALL
SELECT *
FROM Customers
WHERE OrderAmount > 1000;

Por padrão, nenhum registro duplicado é retornado quando você usa uma operação UNION. No entanto, você pode incluir o predicado ALL para garantir que todos os registros sejam retornados. Isso também agiliza a execução da consulta.

Todas as consultas em uma operação UNION devem solicitar o mesmo número de campos. Porém, os campos não precisam ser do mesmo tamanho ou tipo de dados.

Use aliases apenas na primeira instrução SELECT, porque eles são ignorados em quaisquer outras. Na cláusula ORDER BY, faça referência aos campos pelos quais eles são chamados na primeira instrução SELECT.

Observação : 

  • Você pode usar uma cláusula GROUP BY ou HAVING em cada argumento de consulta para agrupar os dados retornados.

  • É possível usar uma cláusula ORDER BY no final do último argumento de consulta para exibir os dados retornados em uma ordem especificada.

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×