O que você precisa saber sobre a migração de emails em estágios do Office 365

Como parte de uma implantação do Office 365, é possível migrar o conteúdo de caixas de correio de usuários de um sistema de email de origem para o Office 365. Quando isso é feito ao longo do tempo, é chamado de migração em estágios. Uma migração em estágios é recomendável quando:

  • O seu sistema de email de origem é o Microsoft Exchange Server 2003 ou o Microsoft Exchange Server 2007.

    Observação : Você não pode usar uma migração em estágios para migrar caixas de correio do Exchange 2013 ou do Exchange 2010 para o Office 365. Em vez disso, considere usar uma migração de substituição ou uma migração de emails híbrida.

  • Você tem mais de 2.000 caixas de correio.

Se a migração de emails em estágios não funcionar para você, consulte Formas de migrar emails para o Office 365 para obter outras opções.

Informações a serem consideradas

Aqui estão alguns itens a considerar:

  • Você deve sincronizar contas entre o seu domínio local do Active Directory e o Office 365 usando a sincronização com o Azure Active Directory para que uma migração em estágios funcione.

  • O nome de domínio primário usado para a sua organização local do Exchange deve ser um domínio verificado para a sua organização do Office 365.

  • Você pode migrar somente caixas de correio de usuários e caixas de correio de recursos. Outros tipos de destinatários, como grupos de distribuição, usuários habilitados para email, contatos e grupos de distribuição são migrados para o Office 365 pelo processo de sincronização de diretórios.

  • Mensagens de ausência temporária não são migradas com as caixas de correio de usuários. Se um usuário ativar o recurso de ausência temporária antes da migração, o recurso permanecerá habilitado na caixa de correio migrada, mas a mensagem de ausência temporária estará em branco. As pessoas que enviarem mensagens para a caixa de correio não receberão uma notificação de ausência temporária. Para permitir que as notificações de ausência temporária sejam enviadas, o usuário precisa recriar a mensagem de ausência temporária depois que a caixa de correio for migrada.

  • Se você limitou as conexões ao seu sistema de email de origem, é uma boa ideia aumentá-las para melhorar o desempenho de migração. Limites de conexão comuns incluem o total de conexões cliente/servidor, conexões por usuário e conexões de endereço IP no servidor ou no firewall. Se você não limitou essas conexões, pode ignorar esta tarefa.

Impacto da migração para os usuários

  • Os administradores podem acessar emails        Para migrar o email, você precisa de acesso às caixas de correio de usuário no seu sistema de email de origem.

  • Os usuários devem criar novos perfis do Outlook        Após as caixas de correio terem sido migradas e as contas locais terem sido convertidas em contas de email, os usuários deverão criar um novo perfil do Office 365 no Outlook e o Outlook será conectado automaticamente ao Office 365.

Como funciona a migração em estágios?

As principais etapas realizadas em uma migração em estágios e os resultados para seus usuários são mostrados na ilustração a seguir.

Processo para executar uma migração de email em estágios do Exchange para o Office 365

Aqui está uma descrição da migração em estágios mostrada na ilustração.

  1. O administrador sincroniza a lista de usuários entre o ambiente local e o Office 365.

    Consulte as etapas de instruções em Preparar-se para uma migração em estágios.

  2. O administrador cria um arquivo de valores separados por vírgula (CSV) que contém uma linha para cada usuário cuja caixa de correio local será migrada no lote de migração.

    Consulte as etapas de instruções em Criar uma lista de caixas de correio para migrar.

  3. O administrador cria e executa um lote de migração em estágios usando o painel de migração no Exchange admin center.

    Consulte as etapas de instruções em Conectar o Office 365 ao seu sistema de email, Migrar as suas caixas de correio e Iniciar o lote de migração em estágios.

    Após o administrador iniciar o lote de migração, o Exchange Online faz o seguinte:

    • Verifica se a sincronização de diretórios está habilitada.

    • Verifica se existe um usuário habilitado para email na organização do Office 365 para cada usuário listado no arquivo CSV. Os usuários habilitados para email são criados no Office 365 como resultado do processo de sincronização de diretórios.

    • Converte o usuário habilitado para email do Office 365 em uma caixa de correio do Exchange Online para cada usuário no lote de migração.

    • Inicia a sincronização inicial. O Exchange Online processa até N solicitações de migração de uma só vez. N representa o número máximo de migrações simultâneas que o administrador especificou ao criar o ponto de extremidade de migração usado para o lote de migração. Por padrão, a sincronização inicial é executada em 20 caixas de correio de cada vez até que todas as caixas de correio no lote de migração sejam migradas.

    • Configura o encaminhamento de email. A propriedade TargetAddress na caixa de correio local está configurada com o endereço de email da caixa de correio do Exchange Online. Este processo significa que emails enviados para a caixa de correio local são encaminhados para a caixa de correio correspondente do Exchange Online.

  4. Após criar a caixa de correio do Exchange Online e configurar o encaminhamento de email para cada usuário no arquivo CSV, o Exchange Online envia uma mensagem de email de status para o administrador. Essa mensagem de status lista o número de caixas de correio que foram migradas com êxito e quantas não puderam ser migradas. A mensagem também inclui links para estatísticas de migração e relatórios de erros que contêm informações mais detalhadas. Neste ponto, os usuários podem começar a usar suas caixas de correio do Exchange Online.

  5. Como parte da sincronização inicial, o Exchange Online migra todas as mensagens de email, contatos e itens de calendário das caixas de correio locais para caixas de correio do Exchange Online. O Exchange Online enviará um relatório final de migração quando a migração de dados for concluída.

  6. Após um lote de migração ser concluído e o administrador verificar se todas as caixas de correio no lote foram migradas com êxito, o administrador pode converter as caixas de correio locais em usuários habilitados para email.

    Consulte as etapas de instruções em Converter caixas de correio locais em usuários habilitados para email.

  7. Se um usuário abrir a caixa de correio com o Outlook, o serviço de Descoberta Automática tentará se conectar à caixa de correio local. Após a conversão das caixas de correio locais em usuários habilitados para email, o serviço de Descoberta Automática usará o usuário habilitado para email para conectar o Outlook à caixa de correio do Exchange Online depois que o usuário criar um novo perfil do Outlook.

  8. O administrador cria lotes de migração adicionais, enviando um arquivo CSV para cada um deles.

  9. O administrador executa lotes de migração adicionais.

  10. O administrador resolve quaisquer problemas. Após todas as caixas de correio locais em um lote terem sido migradas com êxito, o administrador exclui o lote de migração.

    Consulte as etapas de instruções em Excluir o lote de migração em estágios.

  11. Os usuários podem usar suas caixas de correio do Exchange Online.

  12. O administrador, para concluir a transição para o Exchange Online e o Office 365, executa tarefas pós-configuração, como:

    • Atribuir licenças a usuários do Office 365.

    • Configurar o registro MX para apontar para a sua organização do Office 365, de forma que o email seja entregue diretamente às caixas de correio do Exchange Online.

    • Criar um registro DNS de Descoberta Automática para a sua organização do Office 365.

    Consulte as etapas de instruções em Encaminhar seus emails diretamente para o Office 365 e Concluir tarefas pós-migração.

    O administrador pode desativar os Exchange Server locais (opcional).

    Observação : Se você implementar uma solução de logon único, é altamente recomendável que você mantenha pelo menos um Exchange Server para que poder acessar o Gerenciador de Sistema do Exchange (Exchange 2003) ou o Shell de Gerenciamento do Exchange/Console de Gerenciamento do Exchange (Exchange 2007) a fim de gerenciar atributos relacionados a email nos usuários locais habilitados para email. Para o Exchange 2007, o Exchange Server que você mantiver deverá ter as funções de servidor de Transporte de Hub, de Acesso para Cliente e de Caixa de Correio instaladas.

Pronto para começar?

Se você estiver confortável para configurar uma migração para o Office 365, aqui estão as tarefas que deverão ser realizadas.

  • Usar a Ferramenta de Sincronização do Microsoft Azure Active Directory ou AAD Sync (Serviços de Sincronização do Microsoft Azure Active Directory) para sincronizar e criar seus usuários locais no Office 365.

  • Configurar o Exchange Server usando o Exchange admin center.

  • Alterar o registro MX de sua organização para apontar para o Office 365 quando a migração estiver concluída. O seu registro MX é como os outros sistemas de email encontram o local do seu sistema de email. Alterar o registro MX permite que outros sistemas de email comecem a enviar emails diretamente para as novas caixas de correio do Office 365.

Para concluir uma migração de email com êxito, é recomendável que você se sinta preparado para realizar estas tarefas:

  • Configurar ou verificar se a sincronização de diretórios está funcionando.

  • Configurar ou verificar se o Outlook Anywhere está funcionando.

  • Criar uma ou mais listas de caixas de correio para migrar no Excel.

  • Usar assistentes passo a passo no Office 365 para configurar e iniciar o processo de migração.

  • Adicionar ou alterar os registros DNS da sua organização, como os registros MX e Descoberta Automática.

  • Habilitar caixas de correio locais para email.

Se estiver pronto para iniciar uma migração de email em estágios, você pode usar as etapas fornecidas em Executar uma migração de emails em estágios para o Office 365.

Consulte Também

Formas de migrar emails para o Office 365

Usar o PowerShell para executar uma migração em estágios para o Office 365

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×