Migrar caixas de correio do G Suite para o Office 365

Migrar as caixas de correio IMAP para o Office 365 apresenta uma visão geral do processo de migração. Leia o artigo primeiro e, quando estiver familiarizado com o conteúdo dele, volte a este tópico para saber como migrar caixas de correio do Gmail do G Suite (conhecido anteriormente como Google Apps) para o Office 365. É necessário ser um administrador global do Office 365 para realizar os procedimentos de migração IMAP.

Procurando comandos do Windows PowerShell? Confira o artigo Usar o PowerShell para realizar uma migração IMAP para o Office 365.

Deseja migrar outros tipos de caixas de correio IMAP? Confira Migrar outros tipos de caixas de correio IMAP para o Office 365 .

Migração de caixas de correio do G Suite usando o Office 365 admin center

Você pode usar o assistente de configuração no Office 365 admin center para uma migração IMAP. Confira Migração IMAP no centro de administração do Office 365 para obter instruções.

IMPORTANTE: a migração IMAP migra apenas emails, não calendários e informações de contato. Os usuários podem importar os próprios emails, contatos e outras informações da caixa de correio para o Office 365. Saiba mais em Migrar emails e contatos para o Office 365 para empresas.

Todos os proprietários de contas devem criar uma senha de aplicativo para acessar as contas, para que o Office 365 possa se conectar ao Gmail ou ao G Suite. Isso ocorre porque o Google considera o Outlook um aplicativo menos seguro e não permite a conexão com apenas uma senha. Veja as instruções em Preparar a conta do G Suite para se conectar ao Outlook e ao Office 365. Além disso, verifique se os usuários do G Suite podem ativar a verificação de duas etapas.

Tarefas de migração do Gmail

A lista a seguir contém as tarefas de migração fornecidas na ordem em que elas precisam ser concluídas.

Nesta tarefa, verifique primeiro no Office 365 se você é o proprietário do domínio que usou para suas contas do G Suite.

Observações : 

  • Outra opção é usar o domínio nome da empresa.onmicrosoft.com que está incluído na assinatura do Office 365, em vez de usar um domínio personalizado. Neste caso, você pode simplesmente adicionar usuários, conforme descrito no artigo Criar usuários no Office 365, e omitir essa tarefa.

  • No entanto, a maioria das pessoas prefere usar seu próprio domínio.

A verificação de domínio é uma tarefa que será realizada quando configurar o Office 365. Durante a configuração do Office 365, o assistente de instalação fornece um registro TXT que você deve adicionar ao provedor de hospedagem de domínio. Confira Verificar o domínio no Office 365 para ver as etapas de conclusão do Office 365 admin center e escolha um registrador de domínios entre as duas opções a seguir para ver como adicionar o registro TXT ao seu provedor de host DNS.

  • Seu provedor de host DNS atual é o Google.    Se você comprou seu domínio do Google e ele é o provedor de host DNS, siga estas instruções: Criar registros DNS se seu domínio for gerenciado pelo Google.

  • Você comprou o domínio de outro registrador de domínios.    Se você comprou o domínio de uma empresa diferente, nós fornecemos instruções para muitos registradores de domínios conhecidos.

É possível adicionar os usuários um de cada vez ou vários de uma só vez. Quando adicionar usuários, você adicionará também licenças para eles. Cada usuário deve ter uma caixa de correio do Office 365 para que você possa migrar emails para elas. Cada usuário deve ter também uma licença que inclua um plano do Exchange Online para poder usar a respectiva caixa de correio.

Importante : Neste ponto, você já confirmou que é o proprietário do domínio e criou seus usuários e caixas de correio do G Suite no Office 365 com um domínio personalizado. Feche o assistente nesta etapa. Não prossiga para a etapa Configurar domínio até que as caixas de correio do Gmail sejam migradas para o Office 365. Você concluirá as etapas de configuração na tarefa 7, Encaminhar o Gmail diretamente para o Office 365.

Para esta tarefa, você cria um arquivo de migração que contém uma lista de caixas de correio do Gmail para migrar para o Office 365. A maneira mais fácil de criar o arquivo de migração é usar o Excel, por isso usamos o Excel nestas instruções. Você pode usar o Excel 2013, o Excel 2010 ou o Excel 2007.

Ao criar o arquivo de migração, é necessário saber a senha de cada caixa de correio do Gmail que você deseja migrar. Estamos supondo que você não saiba as senhas de usuário, portanto, provavelmente precisará atribuir senhas temporárias (redefinindo as senhas) para todas as caixas de correio durante a migração. Você deve ser um administrador no G Suite para redefinir senhas.

Você não precisa migrar todas as caixas de correio do Gmail ao mesmo tempo. Você pode migrá-las em lotes, conforme for mais conveniente. Você pode incluir até 50.000 caixas de correio (uma linha para cada usuário) no seu arquivo de migração. O arquivo pode ter até 10 MB.

  1. Entre no Console de administração do G Suite usando o nome de usuário e senha de administrador.

  2. Após entrar, escolha Usuários.

    Lista de usuários no Centro de administração do Google.
  3. Selecione cada usuário para identificar seus endereços de email. Anote os endereços.

    Detalhes do usuário no centro de administração do Google Apps
  4. Entre no centro de administração do Office 365 e acesse Usuários > Usuários ativos. Fique atento à coluna Nome de usuário. Você usará essas informações em breve. Mantenha a janela do Office 365 admin center aberta, também.

    Coluna de Nome de Usuário no Centro de administração do Office 365.
  5. Inicie o Excel.

  6. Use a captura de tela a seguir como um modelo para criar o arquivo de migração no Excel. Comece com os títulos na linha 1. Verifique se eles correspondem exatamente à imagem e não contêm espaços. Os nomes de título exatos são:

    • EndereçodeEmail na célula A1.

    • NomedeUsuário na célula B1.

    • Senha na célula C1.

      Títulos de célula no arquivo de migração do Excel.
  7. Em seguida, insira o endereço de email, o nome de usuário e a senha para cada caixa de correio que você desejar migrar. Insira uma caixa de correio por linha.

    • Na Coluna A está o endereço de email da caixa de correio do Office 365. Esse endereço é mostrado na coluna Nome de usuário em Usuários > Usuários ativos no Office 365 admin center.

    • A Coluna B é o nome de entrada da caixa de correio do Gmail do usuário: por exemplo, julieta@contoso.com.

    • A Coluna C é a senha de aplicativo da caixa de correio do usuário do Gmail. A criação da senha de aplicativo é descrita em Migração de caixas de correio do G Suite usando o Centro de administração do Office 365.

      Exemplo de um arquivo de migração concluído.
  8. Salve o arquivo como um tipo de arquivo CSV e feche o Excel.

    Mostra a opção Salvar Como CSV no Excel.

Para migrar caixas de correio do Gmail com êxito, o Office 365 precisa se conectar e comunicar com o Gmail. Para isso, o Office 365 usa um ponto de extremidade de migração. Ponto de extremidade de migração é um termo técnico que descreve as configurações usadas para criar a conexão, para que você possa migrar as caixas de correio. Nessa tarefa, você vai criar o ponto de extremidade de migração.

  1. Vá até o Centro de administração do Exchange.

  2. No EAC, vá até Destinatários > Migração > Mais Ícone Mais > Pontos de extremidade de migração.

    Selecionar o ponto de extremidade Migração.
  3. Clique em Novo Ícone Novo para criar um novo ponto de extremidade de migração.

  4. Na página Selecionar o tipo de ponto de extremidade de migração, escolha IMAP.

  5. Na página Configuração de migração de IMAP, defina o Servidor IMAP como imap.gmail.com e mantenha as configurações padrão.

  6. Clique em Avançar. O serviço de migração usa as configurações para testar a conexão com o sistema do Gmail. Se a conexão funcionar, a página Inserir informações gerais será exibida.

  7. Na página Inserir informações gerais, digite um Nome de ponto de extremidade de migração, por exemplo, Test5-endpoint. Deixe as outras duas caixas em branco para usar os valores padrão.

    Nome do ponto de extremidade de migração.
  8. Clique em Novo para criar o ponto de extremidade de migração.

Use um lote de migração para migrar grupos de caixas de correio do Gmail para o Office 365 ao mesmo tempo. O lote consiste em caixas de correio do Gmail listadas no arquivo de migração na tarefa anterior.

Dicas : 

  • É uma boa ideia criar um lote de migração de teste com um pequeno número de caixas de correio para testar primeiro o processo.

  • Use arquivos de migração com o mesmo número de linhas e execute os lotes nos mesmos horários durante o dia. Em seguida, compare o tempo de execução total para cada lote de teste. Isso ajuda você a estimar quanto tempo demoraria para migrar todas as suas caixas de correio, o quão grande cada lote de migração deve ser e quantas conexões simultâneas com o sistema de email de origem você deve usar para equilibrar a velocidade de migração e a largura de banda da Internet.

  1. No Office 365 admin center, navegue até Centros de administração > Exchange.

    Acesse o centro de administração do Exchange.
  2. No Exchange admin center, vá até Destinatários > Migração.

  3. Clique em Novo Ícone Novo > Migrar para o Exchange Online.

    Selecionar Migrar para o Exchange Online
  4. Escolha Migração IMAP > Avançar.

  5. Na página Selecionar os usuários, clique em Procurar para especificar o arquivo de migração criado. Após selecionar seu arquivo de migração, o Office 365 verifica-o para garantir que:

    • Ele não está vazio.

    • Ele usa formatação separada por vírgula.

    • Ele não contém mais de 50.000 linhas.

    • Ele inclui os atributos necessários na linha de cabeçalho.

    • Ele contém linhas com o mesmo número de colunas da linha do cabeçalho.

    Se qualquer uma dessas verificações falhar, você receberá um erro descrevendo o motivo da falha. Se você receber um erro, você deve corrigir o arquivo de migração e reenviá-lo para criar um lote de migração.

  6. Após o Office 365 validar o arquivo de migração, ele exibe o número de usuários listados no arquivo como o número de caixas de correio do Gmail a serem migradas.

    Novo lote de migração com arquivo CSV
  7. Clique em Avançar.

  8. Na página Definir o ponto de extremidade de migração, selecione o ponto de extremidade de migração que você criou na etapa anterior e, em seguida, clique em Avançar.

  9. Na página Configuração de migração de IMAP, aceite os valores padrão e, em seguida, clique em Avançar.

  10. Na página Mover configuração, digite o nome (sem espaços ou caracteres especiais) do lote de migração na caixa — por exemplo, Teste5-migração. O nome do lote de migração padrão que é exibido é o nome do arquivo de migração que você especificou. O nome de lote de migração é exibido na lista do painel de migração após ser criado.

    Você também pode inserir os nomes das pastas que você deseja excluir da migração. Por exemplo, Compartilhados, Lixo Eletrônico e Excluídos. Clique em Adicionar Ícone Adicionar para adicioná-los à lista de excluídos. Você também pode usar o ícone de edição Ícone Adicionar para alterar um nome de pasta e o ícone de remoção Ícone Remover para excluir o nome de pasta.

    Mover a caixa de diálogo Configuração
  11. Clique em Avançar

  12. Na página Iniciar o lote, faça o seguinte:

    • Escolha Procurar para enviar uma cópia dos relatórios de migração para outros usuários. Por padrão, os relatórios de migração são enviados por email para você. Você também pode acessar os relatórios de migração na página de propriedades do lote de migração.

    • Escolha Iniciar automaticamente o lote > novo. A migração é iniciada imediatamente com o status Sincronizando.

      O lote de migração está sincronizando

Observação : Se o status mostrar Sincronizando por um longo período, você pode estar com problemas de limites de largura de banda definidos pelo Google. Para saber mais, confira o tópico Limites de largura de banda.

Verificar se a migração funcionou

  • No Exchange admin center, vá até Destinatários > Migração. Verifique se o lote é exibido no painel de migração. Se a migração for concluída com êxito, o Status será Sincronizado.

  • Se esta tarefa falhar, verifique os relatórios de status de Caixa de Correio associados em relação a erros específicos, e confirme se o seu arquivo de migração tem o endereço de email correto do Office 365 na coluna EmailAddress.

Verificar uma migração bem-sucedida de caixa de correio para o Office 365

  • Solicite que os usuários migrados concluam as seguintes tarefas:

    • Vá para a página de entrada do Office 365 e entre com o seu nome de usuário e senha temporária.

    • Atualize a sua senha e defina o fuso horário. É importante selecionar o fuso horário correto para garantir que o seu calendário e suas configurações de email estejam corretas.

    • Quando o Outlook Web App abrir, envie uma mensagem de email para outro usuário do Office 365 para verificar se você pode enviar emails.

    • Escolha Outlook e verifique se suas mensagens de email e pastas estão todas lá.

Embora esta tarefa seja opcional, executá-la pode ajudar a evitar atrasos no recebimento de emails nas novas caixas de correio do Office 365.

Quando pessoas de fora da sua organização enviam um email para você, os sistemas de email delas não verificam sempre para onde enviam esse email. Em vez disso, os sistemas salvam o local do seu sistema de email com base em uma configuração do seu servidor DNS conhecida como vida útil (TTL). Se você alterar o local do seu sistema de email antes que o TTL expire, o sistema de email do remetente tentará enviar email para o local antigo antes de descobrir que o local foi alterado. Isso pode resultar em um atraso na entrega de emails. Uma maneira de evitar que isso aconteça é diminuir o TTL que o seu servidor DNS fornece aos servidores de fora da sua organização. Isso fará com que as outras organizações atualizem o local do seu sistema de email com mais frequência.

A maioria dos sistemas de email solicita uma atualização a cada hora se um intervalo curto, como 3.600 segundos (uma hora), estiver configurado. Recomendamos que você defina o intervalo no mínimo nesse valor antes de iniciar a migração de email. Essa configuração concede a todos os sistemas que lhe enviam email bastante tempo para processar a alteração. Em seguida, ao fazer a migração final para o Office 365, você poderá alterar o TTL novamente para um intervalo maior.

O lugar para alterar a configuração de TTL é no registro de servidor de mensagens do seu sistema de email, também chamado de registro MX. Ele reside no seu DNS voltado ao público. Se tiver mais de um registro MX, você terá que alterar o valor em cada registro para 3.600 segundos ou menos.

Não se preocupe se você ignorar esta tarefa. Pode levar mais tempo para o email começar a ser exibido nas suas novas caixas de correio do Office 365, mas ele chegará lá.

Se precisar de ajuda para definir as suas configurações de DNS, consulte Criar registros DNS para o Office 365 ao gerenciar seus registros DNS.

Os sistemas de email usam um registro DNS chamado registro MX para descobrir onde entregar um email. Durante o processo de migração de email, o registro MX apontava para o sistema do Gmail. Agora que você concluiu a migração de email para o Office 365, é hora de apontar o registro MX para o Office 365. Após alterar o registro MX de acordo com essas etapas, os emails enviados para usuários no domínio personalizado são entregues em caixas de correio do Office 365

Para muitos provedores de DNS, há instruções específicas sobre como alterar seus registros MX. Confira o artigo Criar registros DNS para o Office 365 ao gerenciar seus registros DNS para obter instruções. Se o seu provedor de DNS não for incluído ou se desejar ter uma noção geral das instruções, também fornecemos instruções gerais sobre registros MX. Confira Criar registros DNS em qualquer provedor de host DNS para o Office 365 para obter instruções.

  1. Entre no Office 365 com sua work or school account.

  2. Vá até a página Domínios.

  3. Selecione seu domínio e escolha Corrigir problemas.

    Corrigir problemas é exibido no status porque você interrompeu o assistente durante o processo para que pudesse migrar seus emails do Gmail para o Office 365 antes de trocar o seu registro MX.

    Domínio que precisa ser corrigido.
  4. Para cada tipo de registro DNS que você precisa adicionar, escolha O que corrigir? e siga as instruções para adicionar os registros dos serviços do Office 365.

  5. Depois de adicionar todos os registros, você verá uma mensagem informando que o seu domínio está configurado corretamente: Contoso.com está configurado corretamente. Nenhuma ação é necessária.

Pode levar até 72 horas para que os sistemas de email dos seus clientes e parceiros reconheçam o registro MX alterado. Aguarde pelo menos de 72 horas antes de prosseguir com a interrupção da sincronização com o Gmail.

Durante a última tarefa, você atualizou o registro MX do seu domínio. Agora, chegou a hora de verificar se todos os emails estão sendo roteados para o Office 365. Após a verificação, você pode excluir o lote de migração e parar a sincronização entre o Gmail e o Office 365. Antes de seguir esta etapa:

  • Certifique-se de que os usuários estão usando o Office 365 exclusivamente para email. Depois de excluir o lote de migração, os emails que forem enviados para caixas de correio do Gmail não serão copiados para o Office 365. Isso significa que os usuários não podem acessar o email, portanto certifique-se de que todos os usuários estejam no novo sistema.

  • Deixe o lote de migração ser executado por pelo menos 72 horas antes de excluí-lo. Isso torna os dois pontos a seguir mais prováveis:

    • Suas caixas de correio do Gmail e do Office 365 terão sido sincronizadas pelo menos uma vez (elas sincronizam uma vez por dia).

    • Os sistemas de email de seus clientes e parceiros reconheceram as alterações dos seus registros MX e agora estão enviando emails para suas caixas de correio do Office 365 de forma correta.

Ao excluir o lote de migração, o serviço de migração limpa todos os registros relacionados ao lote de migração e remove-os do painel de migração.

Excluir um lote de migração

  1. No Exchange admin center, vá até Destinatários > Migração.

  2. Selecione o lote no painel de migração e clique em Excluir.

Como saber se funcionou?

  • No Exchange admin center, navegue até Destinatários > Migração. Verifique se o lote de migração não está mais listado no painel migração.

Depois que você migra o email dos usuários, eles podem importar o próprio calendário e os contatos do Gmail para o Outlook:

Deixe um comentário

Essas etapas foram úteis? Caso tenham sido, informe-nos na parte inferior deste tópico. Se não foram e você ainda estiver tendo problemas para migrar os emails, fale conosco sobre essa questão. Vamos usar seus comentários para verificar nossas etapas.

Tópicos relacionados

Migração IMAP no Centro de administração do Office 365
Migrar caixas de correio IMAP para o Office 365
Formas de migrar emails para o Office 365

Dicas para otimizar migrações de IMAP

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×