Instrução CREATE TABLE

Cria uma nova tabela.

Observação : O mecanismo de banco de dados do Microsoft Access não oferece suporte ao uso de CREATE TABLE ou de qualquer uma das instruções DDL com bancos de dados de mecanismos de banco de dados que não são do Microsoft Access. Use os métodos DAO Create.

Sintaxe

CREATE [TEMPORARY] TABLE tabela (tipo de campo1 [(tamanho)] [NOT NULL] [WITH COMPRESSION | WITH COMP] [índice1] [, campo2tipo [(tamanho)] [NOT NULL] [índice2] [, ...]] [, CONSTRAINT índicedevárioscampos [, ...]])

A instrução CREATE TABLE tem as seguintes partes:

Parte

Descrição

tabela

O nome da tabela a ser criada.

campo1, campo2

O nome do campo ou campos a serem criados na nova tabela. Crie pelo menos um campo.

tipo

O tipo de dados do campo na nova tabela.

tamanho

O tamanho do campo em caracteres (campos Texto e Binário apenas).

índice1, índice2

Uma cláusula CONSTRAINT definindo um índice de campo único.

índicedevárioscampos

Uma cláusula CONSTRAINT definindo um índice de vários campos.


Comentários

Use a instrução CREATE TABLE para definir uma nova tabela e seus campos e restrições de campo. Se NOT NULL for especificado para um campo, novos registros deverão ter dados válidos no campo.

Uma cláusula CONSTRAINT estabelece várias restrições em um campo e pode ser usada para estabelecer o chave primária. Você também pode usar a instrução CREATE INDEX para criar uma chave primária ou índices adicionais em tabelas existentes.

Você pode usar NOT NULL em um único campo ou em uma cláusula nomeada CONSTRAINT que se aplica a um único campo ou a vários campos chamados CONSTRAINT. No entanto, você pode aplicar a restrição NOT NULL apenas uma vez a um campo. Tentar aplicar a restrição mais de uma vez acarretará um erro de tempo de execução.

Quando é criada uma tabela TEMPORARY, ela é visível somente na seção em que foi criada. Ela será excluída automaticamente quando a sessão for encerrada. As tabelas temporárias podem ser acessadas por mais de um usuário.

O atributo WITH COMPRESSION pode ser usado somente com os tipos de dados CHARACTER e MEMO (também conhecidos como TEXT) e seus sinônimos.

O atributo WITH COMPRESSION foi adicionado para as colunas de CHARACTER devido à alteração para o formato de representação de caracteres Unicode. Os caracteres Unicode exigem uniformemente dois bytes para cada caractere. Para bancos de dados existentes do Microsoft Access que contenham predominantemente dados de caracteres, isso pode significar que o arquivo de banco de dados quase dobraria de tamanho quando convertido no formato do Microsoft Access. Contudo, a representação Unicode de muitos conjuntos de caracteres, anteriormente denominados SBCS (Single-Byte Character Sets - Conjuntos de caracteres de um byte) pode ser facilmente compactada em um único byte. Se você definir uma coluna CHARACTER com esse atributo, os dados serão compactados automaticamente ao serem armazenados e descompactados quando recuperados da coluna.

As colunas MEMO também podem ser definidas para armazenar dados em um formato compactado. No entanto, há uma limitação. Somente as instâncias de colunas MEMO, quando compactadas, caberão em 4096 bytes ou menos, serão compactadas. Todas as instâncias de colunas MEMO permanecerão descompactadas. Isso significa que em uma determinada tabela, para uma determinada coluna MEMO, alguns dados poderão ser compactados e alguns dados poderão não ser compactados.



Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×