Exportar dados XML do Excel 2016

Depois de importar os dados XML, mapear os dados das células da planilha e alterar os dados, você geralmente quer exportar ou salvar os dados em um arquivo XML.

Importante :  Ao criar mapas XML e exportar dados no Excel para arquivos de dados XML, há um limite no número de linhas que podem ser exportadas. Exportar para XML a partir do Excel salva no máximo 65.536 linhas. Se o arquivo tiver mais de 65.536 linhas, você deve fazer um destes procedimentos:

  • Exportar os dados usando o formato de arquivo .xlsx.

  • Salvar o arquivo como planilha XML (.xml), o que fará com que os mapeamentos sejam perdidos.

  • Excluir todas as linhas após 65.536 e exportar novamente para manter os mapeamentos, mas perder os dados no final do arquivo.

Exportar dados XML de uma planilha com até 65.536 linhas

  1. Na guia Desenvolvedor, no grupo XML, clique em Exportar.

    Se você não vir a guia Desenvolvedor, consulte Mostrar a guia Desenvolvedor.

  2. Se uma pequena caixa de diálogo Exportar XML aparecer, clique no mapa XML que você deseja usar e clique em OK.

    Essa caixa de diálogo aparece apenas quando uma tabela XML não está selecionada e quando a pasta de trabalho tem mais de um mapa XML.

  3. Na caixa de diálogo Exportar XML grande, na caixa Nome do arquivo, digite um nome para o arquivo de dados XML.

  4. Clique em Exportar.

    Observação : Se a planilha contiver títulos ou rótulos diferentes dos nomes dos elementos XML no mapa XML, o Excel usará os nomes dos elementos XML ao exportar ou salvar os dados XML da planilha.

Exportar dados XML de uma planilha com mais de 65.536 linhas

  1. Subtraia 65537 do número total de linhas no arquivo.

    Assim você obtém x linhas.

  2. Exclua as x linhas a partir do começo da planilha do Excel.

  3. Exporte a planilha como um arquivo de dados XML.

  4. Clique em Fechar e reabra a planilha do Excel.

  5. Exclua tudo após o total de x e exporte como um arquivo de dados XML.

    Com este procedimento, você obtém o restante de linhas. Nesse ponto, você terá dois arquivos de exportação XML, que você pode combinar para criar uma cópia da planilha original.

Salvar dados XML em células mapeadas para um arquivo de dados XML

Para fins de compatibilidade com a funcionalidade XML anterior, talvez você queira salvar o arquivo em um arquivo de dados XML (.xml) em vez de usar o comando Exportar.

  1. Pressione Ctrl+S para salvar o arquivo.

    Esta etapa garante que as alterações feitas à pasta de trabalho não sejam perdidas quando ela for salva como um arquivo de dados XML.

  2. Clique em Arquivo, clique em Salvar como e selecione o local onde deseja salvar o arquivo.

  3. Na caixa Nome do arquivo, digite um nome para o arquivo de dados XML.

  4. Na lista Salvar como tipo, clique em Dados XML e em Salvar.

  5. Se você receber uma mensagem informando que salvar o arquivo como dados XML pode resultar em perda de recursos, clique em Continuar.

  6. Se uma pequena caixa de diálogo Exportar XML aparecer, clique no mapa XML que você deseja usar e clique em OK.

    Essa caixa de diálogo aparece apenas quando uma tabela XML não está selecionada e quando a pasta de trabalho tem mais de um mapa XML.

  7. Na caixa de diálogo Exportar XML grande, na caixa Nome do arquivo, digite um nome para o arquivo de dados XML.

  8. Clique em Exportar.

Observação : Se a planilha contiver títulos ou rótulos diferentes dos nomes dos elementos XML no mapa XML, o Excel usará os nomes dos elementos XML ao exportar ou salvar os dados XML da planilha.

Problemas comuns para exportar dados XML

Ao exportar dados XML, você pode receber mensagens como as mostradas abaixo.

O mapa XML pode ser exportado, mas alguns elementos obrigatórios não estão mapeados

Pode haver vários motivos para esta mensagem:

  • O mapa XML que está associado a essa tabela XML tem um ou mais elementos obrigatórios que não estão mapeados para a tabela XML.

    A lista hierárquica de elementos no painel de tarefas código-fonte XML indica os elementos obrigatórios, colocando um asterisco vermelho no canto superior direito do ícone à esquerda de cada elemento. Para mapear um elemento obrigatório, arraste-o para o local da planilha onde você deseja exibi-lo.

  • O elemento é uma estrutura recursiva.

    Um exemplo comum de uma estrutura recursiva é uma hierarquia de funcionários e gerentes em que os mesmos elementos XML são aninhados em vários níveis. Embora você possa ter mapeado todos os elementos no painel de tarefas código-fonte XML, o Excel não é compatível com estruturas recursivas que tenham mais de um nível de profundidade; portanto, não é possível mapear todos os elementos.

  • A tabela XML contém conteúdo misto.

    O conteúdo misto ocorre quando um elemento tem um elemento filho e um texto simples fora de um elemento filho. Um caso comum é quando marcas de formatação (como marcas de negrito) são usadas para marcar os dados dentro de um elemento. Embora o elemento filho (se o Excel der suporte a ele) possa ser exibido, o conteúdo de texto será perdido quando os dados forem importados, ficará indisponível quando os dados forem exportados e, portanto, não poderá ser recuperado.

Os mapas XML da pasta de trabalho não podem ser exportados

Um mapa XML não poderá ser exportado se a relação do elemento mapeado com outros elementos não puder ser preservada. Essa relação não poderá ser preservada pelos seguintes motivos:

  • A definição de esquema de um elemento mapeado está contida em uma sequência com os seguintes atributos:

    • O atributo maxoccurs não é igual a 1.

    • A sequência tem mais de um elemento filho direto definido ou outro componente, como um filho direto.

  • Elementos irmãos não recorrentes com o mesmo elemento pai recorrente são mapeados para tabelas XML diferentes.

  • Vários elementos recorrentes são mapeados para a mesma tabela XML e a repetição não é definida por um elemento ancestral.

  • Elementos filhos de pais diferentes são mapeados para a mesma tabela XML.

Além disso, o mapa XML não poderá ser exportado se tiver uma das seguintes construções de esquema XML:

  • Listas de listas    Uma lista de itens tem uma segunda lista de itens.

  • Dados desordenados    Uma tabela XML tem um elemento que foi definido no esquema para ocorrer uma vez (o atributo maxoccurs está definido como 1). Quando você adiciona esse elemento a uma tabela XML, o Excel preenche a coluna da tabela com várias instâncias do elemento.

  • Escolha     Um elemento mapeado faz parte de um constructo de esquema <escolha>.

O Excel não pode salvar a pasta de trabalho porque ela não tem nenhum intervalo mapeado

O Excel não poderá salvar a pasta de trabalho no arquivo de dados XML se você não criar um ou mais intervalos mapeados.

Se você adicionou um mapa XML à pasta de trabalho, siga estas etapas para mapear os elementos XML para a planilha:

  1. Na guia Desenvolvedor, no grupo XML, clique em Fonte.

    Modo de Exibição de Dados vazio

    Se você não vir a guia Desenvolvedor, consulte Mostrar a guia Desenvolvedor.

  2. No painel de tarefas Código-fonte XML, selecione os elementos que você deseja mapear para a planilha.

    Para selecionar elementos não adjacentes, clique em um elemento, mantenha pressionada a tecla CTRL e clique em cada elemento.

  3. Arraste os elementos selecionados para o local da planilha onde você deseja que apareçam.

Se você ainda não adicionou um mapa XML à pasta de trabalho ou se os dados não estiverem em uma tabela XML, salve a pasta de trabalho no formato de arquivo Pasta de Trabalho Habilitada para Macro do Excel (.xlsm).

Mostrar a guia Desenvolvedor

  1. Clique em Arquivo e em Opções.

  2. Clique na categoria Personalizar Faixa de Opções.

  3. Em Guias Principais, marque a caixa de seleção Desenvolvedor e clique em OK.

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×