Criar apresentações mais acessíveis do PowerPoint

Criar slides para pessoas com dislexia

Seu navegador não oferece suporte a vídeo. Instale o Microsoft Silverlight, o Adobe Flash Player ou o Internet Explorer 9.

Os elementos que tornam as apresentações mais claras e fáceis de compreender para pessoas com dislexia também as tornam melhores de modo geral. Essas dicas ajudam você a conseguir os dois resultados.

Fontes

  • Use fontes sans-serif simples com um espaçamento adequado entre as letras. Use um tamanho de fonte de no mínimo 18 pontos. Entre os bons exemplos de fonte sans-serif estão:

    • Calibri

    • Franklin Gothic Book

    • Lucida Sans

    • Segoe UI

  • Evite fontes compactadas, fontes com espessuras de linha irregulares, fontes elegantes e fontes itálicas ou sublinhadas.

Texto

  • Para manter o texto facilmente legível, limite o número de linhas em cada slide e deixe bastante espaço acima e abaixo de cada linha. Aplique a regra "6 x 7": seis palavras por linha e sete linhas por slide.

Anotações do orador

  • Use as anotações do orador para fornecer informações mais detalhadas. Por padrão, as anotações do orador são formatadas com uma fonte sans-serif legível. Distribua seus slides após a apresentação, para que seu público possa consultar os slides e as anotações mais tarde a fim de relembrar a apresentação oral.

Layout e design

Plano de fundo

  • Planos de fundo de slide em branco brilhante podem dificultar a leitura do texto. Escolha um plano de fundo esbranquiçado ou creme. O texto deve ser escuro com bastante espaço ao redor das letras. Um plano de fundo escuro e texto branco também funcionam.

Imagens

  • Imagens são uma ótima maneira de dividir blocos de texto e facilitar a leitura de seu slide. Adicione um texto Alt a cada imagem em sua apresentação.

Layout

  • Um layout gráfico colorido e de alto contraste, combinado com imagens e texto, cria um design estruturado. As pessoas com dislexia conseguem entender os layouts estruturados com mais facilidade.

    Captura de tela dos Cenários de Usuário de Acessibilidade: Visual, Mobilidade, Fala, Cognitivo, Audição

Quer mais?

Criar um novo arquivo do Office usando um modelo

Salvar um arquivo

Treinamento do Excel

Treinamento do Word

Treinamento do PowerPoint

As pessoas com dislexia têm uma diferença neural baseada na linguagem.

Isso pode dificultar a leitura, pois a tarefa de conectar um som de fala a uma letra ou símbolo é processada de forma diferente no cérebro delas.

Milhões de pessoas têm algum tipo de diferença neural baseada na linguagem, como a dislexia.

Os elementos que tornam as apresentações mais claras e fáceis de compreender para pessoas com dislexia também as tornam melhores de modo geral.

E isso é mais fácil de fazer do que você imagina.

Primeiro, e acima de tudo, use fontes simples e legíveis em suas apresentações.

Fontes sans serif, com uma quantidade de espaço confortável entre as letras, são ideais. Além disso, evite fontes com espessura de linha irregular, ou que compactem muito as letras.

A decoração da letra serif, e fontes muito compactadas, podem criar uma confusão visual e dar uma aparência mesclada às letras para alguém com dislexia.

Em geral, fique longe das fontes sofisticadas; elas podem dificultar a leitura para todos. Não use itálico ou sublinhado e use um tamanho de fonte de pelo menos 18 pontos ou mais. Se você estiver apresentando em uma sala grande, use fontes maiores!

Para manter o texto curto, claro e simples, limite o número de linhas em cada slide e deixe bastante espaço acima e abaixo de cada linha.

Algumas pessoas usam a regra "6 x 7": seis palavras por linha e sete linhas por slide

Use as anotações do orador para fornecer mais detalhes. Após sua apresentação, distribua os slides para que seu público possa consultar as anotações mais tarde a fim de relembrar a apresentação oral.

As anotações do orador são formatadas por padrão com uma fonte sans-serif legível.

Planos de fundo em branco brilhante em um slide do PowerPoint criam um brilho intenso, o que pode desfocar seu texto. Escolha, em vez disso, uma cor esbranquiçada ou creme. O texto em si deve ser escuro com bastante espaço ao redor das letras.

Como alternativa, um plano de fundo escuro com texto branco também funcionará.

Use imagens em seus slides sempre que for possível. Lembre-se, "uma imagem vale mais que mil palavras", e as imagens são uma ótima maneira de dividir blocos de texto para que seus slides fiquem mais fáceis de visualizar.

Adicione também um texto Alt a cada imagem. Muitas pessoas com dislexia usam uma ferramenta de conversão de texto em fala ou um leitor de tela.

Um layout gráfico colorido e de alto contraste, combinado com imagens e texto podem criar um design estruturado mais fácil de compreender para pessoas com dislexia.

Neste exemplo, atribuí um bloco específico de cores a cada subtópico e adicionei fotos para reforçar cada tema.

Uma estruturação visual como essa facilita mais a leitura das informações do que uma tabela, que possui linhas finas que podem criar interferências na percepção.

Por fim, se você estiver usando o Skype para compartilhar sua apresentação, carregue seu conjunto e apresente-o no Skype, em vez de compartilhá-lo de sua área de trabalho.

Dessa forma, os participantes podem baixar sua apresentação e rever os slides se precisarem, em seu próprio ritmo, enquanto você continua a apresentação.

Os slides que funcionam bem para pessoas com diferenças neurais baseadas na linguagem são bem projetados e claramente escritos. E isso torna sua apresentação limpa, cativante e atraente para todos.

Para saber mais sobre acessibilidade, acesse aka.ms/OfficeAccessibility

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×