Criar relações de muitos-para-muitos

As tabelas em um relacionamento de muitos-para-muitos

Você tem uma relação muitos-para-muitos quando um único registro em uma tabela pode se relacionar com muitos registros em outra, e um único registro nesta segunda tabela também pode se relacionar com muitos registros na primeira. Por exemplo, digamos que a sua empresa tem vários tipos de computadores e vários técnicos, com cada técnico certificado pra trabalhar em alguns computadores, mas não em todos. Cada técnico pode ser relacionado a mais de um computador, e como consequência, cada computador pode ser relacionado a mais de um técnico.

Para saber quem pode trabalhar em uma determinada máquina, você cria uma relação de muitos-para-muitos adicionando as chaves primárias de ambos os lados da relação em uma terceira tabela, chamada de tabela de link ou junção. Em outras palavras, uma relação de muitos-para-muitos é apenas um par de relações de um-para-muitos.

A imagem mostra uma típica relação de muitos-para-muitos. Você pode ver que a estrutura é relativamente simples — uma tabela de junção com um par de chaves estrangeiras e alguns campos relacionados.

Você pode usar os dados na tabela de junção para responder a perguntas como "em quais computadores um determinado técnico trabalhou no último mês?"

Você criará uma relação de muitos-para-muitos na prática e links no Cartão de Referência Rápida levam você a mais informações sobre esse tipo de relação.

Tópico 8 de 10

Anterior | Próximo

(Voltar ao Início)

Expanda suas habilidades
Explore o treinamento
Obtenha novos recursos primeiro
Ingressar no Office Insider

Essas informações foram úteis?

Obrigado por seus comentários!

Agradecemos pelos seus comentários! Parece que pode ser útil conectar você a um de nossos agentes de suporte do Office.

×